Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de outubro de 2017. Atualizado às 23h01.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

varejo

Notícia da edição impressa de 10/10/2017. Alterada em 09/10 às 21h10min

Carrefour começa a operar e-commerce alimentar

O Carrefour anunciou ontem o lançamento da venda de alimentos pelo comércio eletrônico. O e-commerce da companhia foi lançado ao final de 2016, mas, até aqui, vinha ofertando sobretudo bens duráveis.
A venda de alimentos vai ser feita por meio de um aplicativo também lançado que será lançado amanhã pela companhia, chamado de Meu Carrefour.
A princípio, a venda on-line de alimentos vai ser habilitada para 200 bairros da capital paulista. A companhia afirmou que outras regiões de São Paulo passarão a ser atendidas nos próximos meses e que a expansão para mais regiões do Brasil vai ocorrer no futuro.
A distribuição de alimentos comprados de forma on-line vai ser feita a partir de um centro de distribuição que funciona numa antiga loja do Carrefour, transformada para atender apenas à venda on-line. Esse primeiro espaço, chamado de "dark store", fica na região do Brooklin, na zona Sul de São Paulo, e vai atender a bairros num raio de 10 quilômetros nas zonas Oeste, Sul e no Centro.
A companhia anunciou ainda o lançamento de um programa de fidelidade, que vai dar descontos a consumidores que se identifiquem com CPF no momento da compra. Descontos exclusivos também serão concedidos com base no comportamento de compra do consumidor.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia