Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de outubro de 2017. Atualizado às 20h30.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria têxtil

05/10/2017 - 19h52min. Alterada em 05/10 às 20h32min

Maxi volumes, estamparia e bordados são tendência para o próximo outono-inverno

Marcas como a Bobstore mostraram sua coleção Inverno 2018 no Minas Trend

Marcas como a Bobstore mostraram sua coleção Inverno 2018 no Minas Trend


Ze Takahashi/FOTOSITE/Divulgação/JC
Ana Fritsch, de Belo Horizonte
O Minas Trend, uma das principais semanas de moda da América do Sul e que se encerra nesta sexta-feira (6), em Belo Horizonte (MG), apresentou os lançamentos dos segmentos de vestuário, calçados, bolsas, joias, bijuterias e acessórios para o outono-inverno 2018. Foram dois dias de desfiles, além do salão de negócios, com 220 expositores.
Entre as tendências apresentadas, peças com modelagem ampla e uma mistura de brilhos, texturas e moletons. A estamparia também estará presente no próximo inverno. Os tecidos lisos e sóbrios, característicos da temporada mais fria do ano, ganham vida com estampas cheias de personalidade. Em uma profusão de desenhos e grafismos, os prints trazem contemporaneidade e despojamento. Os tecidos de moda festa e casual ganham liberdade para se comunicar por meio de elementos, até então característicos do verão, como estampas florais, aquareladas e simulação de rendas. A estamparia quebra a rigidez do inverno com graciosidade, originalidade e cores.
A riqueza dos bordados mineiros também aparece em looks despojados e conceituais. As grifes apostam em releituras modernas e variadas, onde aplicações 3D, recortes a laser, fios texturizados e mescla de materiais chamam a atenção. Na moda festa, os clássicos trabalhos handmade são reinventados e ganham a companhia de novos elementos. Fios metalizados, couro, recortes de tecidos e plumas são harmonizados com paetês, em versões mini, vidrilhos e miçangas criando um mix de cores e texturas em pontos estratégicos ou em toda a peça.
As peças casuais também ganham um toque de glamour com os bordados. Tecidos mais encorpados, como sarja e jeans, recebem aplicações de rendas, linhas, pedraria e chatons compondo um interessante contraste entre o delicado e o robusto.
MARCAS QUE DESFILARAM NO MINAS TREND
  • Lucas Magalhães: Um dos desfiles mais aguardados do Minas Trend, o estilista Lucas Magalhães abordou as relações humanas e sua interação nos dias atuais em sua coleção para o inverno 2018. Artes urbanas e grafites em muros de grandes centros inspiraram o designer, que apresentou um emaranhado de texturas, técnicas e cores. O tricô também experimenta novos pesos, novas misturas e novas cores.
  • Manzan: A marca mineira desfilou no Minas Trend com uma coleção inspirada no boudoir dos anos 1930 e 1940 - tendência que lembra as lingeries, porém com uma releitura contemporânea. São peças trabalhadas e delicadas, além de sportwear contemporâneo. A estilista Letícia Manzan apostou nos moletons, corselets em crinol, tecidos leves e sofisticados, bordados e texturas.
  • Anne Est Folle: Renata Manso, diretora criativa e de estilo da grife, desfilou uma coleção com tecidos encorpados e fluidos, estampas autorais em uma ampla variedade de materiais nobres. A grife garante autenticidade e exclusividade nos desenhos e modelagens de composições. Na paleta de cores, preto, branco, azul marinho, verde escuro, tons de vermelho alaranjado vivo, cobre, dourado e turquesa acinzentado. A aposta está em casacos trench-coat e overcoats, além dos vestidos retos, amplos e abundantes em t-dresses e t-shirts.
  • Molett: Um dos desfiles mais inquietantes do Minas Trend, a marca não apresentou apenas uma coleção, mas um novo rumo estético para suas peças. O plástico e o tecido ganham novas histórias e têm sua existência e uso prolongados. Resistência e resiliência em oposição ao consumo irracional. O usual moletom ganha finas camadas de plástico, com novas texturas e reflexos. A versatilidade dos moldes ultrapassa as barreiras de gênero e contemplam todos os corpos.
  • Bobstore: Para reafirmar seu DNA, a grife apresentou uma nova coleção dos estilistas mineiros André Boffano e Sam Santos, que trazem um olhar contemporâneo e moderno para as peças. A grife aposta em detalhes de modelagem que destacam a silhueta. As grandes apostas são looks de alfaiataria em diferentes shapes e texturas, com recortes e amarrações. Destaque para os looks monocromáticos e os acessórios pesados.
  • Chocker: As inspirações para o inverno 2018 ganham vida na estamparia artística, nos bordados manuais e digitais e nas modelagens e detalhes, com pegada esportiva oversized. A grife brinca com tecidos fluidos e estruturados na cartela têxtil, como crepe silk, transparências, veludos, tules, rendas, alfaiatria estruturada, couros tecnológicos, moletom e lã. A cartela de cores aposta no offwhite, preto, grafite, azul acinzentado, rose, nude, salmão, carne, pink, amarelo, bege e azul intenso. Os destaques ficam para saias midis evasê volumosas e alfaiataria oversized, mangas bufantes, calças pantalonas, macacões, macaquinhos, parkas, casaquetos, vestidos longos e midis vaporosos.
  • Ronaldo Silvestre: Sob a ótica do design, o estilista traçou uma coleção atemporal, seguindo o movimento slowfashion e aliando sustentabilidade ao feito à mão do artesanal mineiro. Os jeans se funde com sedas artesanais, produzidos no tear mineiro através de recortes, contornos e aplicações. Na cartela de cores, o preto, passando pelo azul intenso, laranja, vermelho, verde, amarelo até as nuances dos crus.
MARCAS PRESENTES NO SALÃO DE NEGÓCIOS E QUE NÃO DESFILARAM NO MINAS TREND
  • Arte Sacra: Música e sonoridade dão o tom para o inverno 2018 da grife. A proposta foi elaborada para uma mulher multi spirit, sofisticada, que busca novas experiências e traz consigo traços de feminilidade, delicadeza, energia e sensualidade. Nude skin, rosa tênue, outono e blue sky estão na paleta de cores escolhida pela grife, que aposta em croppeds, camisas, fendas, transparências e sobreposições.
  • Elizabeth Marques: A coleção da Elizabeth Marques faz um brinde ao glamour em sua coleção, que representa com pompa as ocasiões festivas. Shapes variados como o sereia, lady like, cintura marcada, saias amplas, godês e dobraduras se destacam. E para completar, a grife vem com vestidos de noiva, repletos de bordados que remetem ao brilho das borbulhas dos espumantes. Na paleta de cores, nude e o serenity, vermelho, carmine, azuis bic e noite, verde e preto. A aposta da marca está nos vestidos versáteis, com saia removível, que pode ser usado curto ou longo.
  • Frutacor: Uma fusão entre os estilos rocker e romântico enriquecem as peças da Frutacor que, com suas contraposições, proporcionam leveza e vigor. As modelagens vão do slim ao oversized. Bordados, patches, metais e miçangas criam detalhes primorosos, estampados (animal print, estrelas e xadrezes), em peças de veludo, renda, cetim, couro e jeans. Na paleta de cores, preto, branco, cinza, rosa seco, verde militar, vinho e marinho. Texturas, aplicações, babados, xadrez e modelagens elaboradas são as apostas da grife.
  • Lili: Jovialidade marcada por uma expressão forte em looks versáteis e criativos. A Lilli acaba de chegar ao mercado e faz também sua estreia no Minas Trend. A estilista mineira Elisa Campos veio direto de Portugal, onde mora, para lançar sua marca com um mix de peças que combinam elegância e casualidade. A grife também tem uma coleção cápsula de camisaria. Branco, preto, azul ink, laranja flame blaze, rosa macieira e rumba red estão na paleta de cores. As apostas são em saia em babado no tafetá bubble, coleção cápsula de camisas de alfaiataria, blazers com caimento despojado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia