Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 04 de outubro de 2017. Atualizado às 18h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 04/10 às 18h45min

Bolsas de Nova Iorque registram recordes de fechamento pela terceira sessão seguida

As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta de novo, nesta quarta-feira (4), com os principais índices registrando recorde de fechamento pela terceira sessão seguida, em um dia de destaque para os papéis de varejistas.
O índice Dow Jones fechou em alta de 0,09%, aos 22.661,64 pontos; o S&P 500 subiu 0,12% para 2.537,74 pontos; e o Nasdaq avançou 0,04%, encerrando aos 6.534,63 pontos.
Companhias de comércio eletrônico, como Netflix e Amazon.com estiveram entre as que apresentaram o melhor desempenho neste ano, ajudando os índices a registrarem novos recordes, apesar das preocupações sobre o avanço rápido das ações. Dow Jones, S&P 500 e o Nasdaq registraram pelo menos 40 recordes de pontuação no ano cada.
"As valorizações estão mais elevadas, mas os fundamentos ainda parecem muito bons", disse Paul Quinsee, estrategista do J.P. Morgan Asset Management. "Comparadas com a velocidade do crescimento dos lucros, nós achamos que as valorizações fazem sentido."
A Netflix estava entre as maiores ganhadoras do S&P 500, avançando 2,9% após o UBS elevar o preço-alvo para as ações. Outros varejistas também avançaram, com as ações da TripAdvisor avançando 3,7%, e da Amazon.com ganhando 0,9%.
A ações da PepsiCo oscilaram após a empresa reportar vendas mais fracas que o esperado no último trimestre. As ações da empresa subiram 0,2%, revertendo perdas mais cedo, após cair 2,7% no começo da sessão. Os papéis da Mylan subiram 16% após a companhia receber autorização para comercializar certos medicamentos.
Os dados da economia americana vieram mistos hoje. Primeiro, um relatório mostrou que a contração por empregadores privados nos EUA cresceu menos que o esperado no mês passado, com o impacto da temporada de furacões. O Instituto para Gestão de Oferta (ISM, na sigla em inglês) disse que o indicador de atividade do setor de serviços subiu para o maior nível desde 2005.
Além disso, o Departamento do Tesouro americano anunciou uma revisão de regulações do setor imobiliário, que foram implementadas pelo governo de Barack Obama. Com a perspectiva de um alívio fiscal para companhias desse segmento, os papéis da CoreLogic ganharam 0,7%, os da GGP subiram 1,9% e os da Urban Edge Properties tiveram salto de 1,3%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia