Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 08 de outubro de 2017. Atualizado às 22h30.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 09/10/2017. Alterada em 08/10 às 19h43min

Servidores públicos

O povo, e nele, os servidores públicos federais, estaduais e municipais, tem todo o direito de se manifestar. Deve reclamar, aliás, como no caso do parcelamento dos vencimentos. Mas daí a trancar ruas e avenidas em dias de semana e em horários de grande movimento é um desrespeito para com toda a população de Porto Alegre. Foi o que aconteceu na sexta-feira pela manhã, na avenida Independência, quando servidores bloquearam aquela importante avenida. Centenas de pessoas foram impedidas de ir e vir, de cumprir seus compromissos. Uma demasia. (Marcus Ticílio Fuentes, Porto Alegre)
Servidores públicos II
Senhores servidores públicos, como é de vosso conhecimento, vocês estão entre as 10 categorias profissionais mais bem remuneradas do País. Reajustes fortes têm sido dados para o Judiciário e Legislativo, como se não existisse crise, enquanto a imensa maioria dos servidores do Executivo (há exceções) não é tão beneficiada. Senhor servidor, a população brasileira, exceto cerca de 10% dela, vive uma situação difícil, e a grande maioria é pobre. Portanto, não temos condições de arcar com a contratação de funcionários com tão altos salários em nosso orçamento. Quando muito, temos dinheiro para um diarista - sem vínculo. Diante do exposto, precisamos dispensá-los e aplicar nossos recursos em serviços que consideramos básicos e urgentes: muita educação, saúde e segurança. Lamentamos e contamos com sua compreensão. O mercado de trabalho está aberto para recebê-lo. Forneceremos as melhores referências. Sucesso! (Gabriéu Guimaraens, executivo de Planejamento e Gestão)
Geddel
Já imaginaram um assaltante de apartamentos assaltar o do amigo do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), encontrar e levar R$ 51 milhões, e ninguém dar queixa ou chamar a polícia? Moral da história: ladrão que rouba ladrão pode ter R$ 51 milhões de perdão! (Paulo Sérgio Arisi, jornalista)
Nuzman
Alguma novidade na prisão de Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro? Desde o início das tratativas para atrair esses megaeventos esportivos já era alardeado que havia neles, Copa do Mundo e Olimpíadas, o claro propósito de corrupção. (Roberto Fissmer, Porto Alegre)
Exposição
Dois grupos de extremistas se enfrentaram no entardecer, no Santander Cultural. A Brigada Militar teve que intervir para apartar os brigões, aí a violência é da Brigada? Como eles dizem, o mundo está virado. (Luiz Mário Merende, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia