Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de outubro de 2017. Atualizado às 00h01.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 05/10/2017. Alterada em 04/10 às 19h40min

Térmica de Rio Grande

Sobre a reportagem Aneel revoga outorga de térmica em Rio Grande (Jornal do Comércio, 04/10/2017), acho que os norte-americanos não vão desistir desse enorme investimento no Rio Grande do Sul. É uma insensatez essa decisão (da Aneel), que prejudica não só o Rio Grande do Sul, mas o Brasil. (Bruna A. Mercari)
Térmica de Rio Grande II
Não posso acreditar que a Aneel irá impedir um investimento privado de R$ 3 bilhões para a construção da termelétrica que representará a redenção da nossa cidade após a morte prematura do polo naval. Não vamos desistir dessa luta. Por Rio Grande. Pelo Rio Grande do Su e pelo Brasil. (Jair Rizzo Ferreira, Rio Grande/RS)
Segurança pública
Li, por duas vezes, o editorial sobre segurança pública, na página 2 do Jornal do Comércio de 03/10/2017 ("Mais segurança ainda é um grande desafio do País"). Como cidadão, fiquei perplexo pensando como alguém poderia abordar o tema sem falar em encarceramento. Como é que vamos reduzir a violência sem terminar com a certeza da impunidade? O texto, com o perdão da sinceridade, é um conto de fadas. A mesma falácia que ouvimos há anos. Está aí uma oportunidade de o jornal ajudar o Brasil a ser um País melhor e uma oportunidade de crescimento para o JC. (Alexandre Marcon)
Segurança pública II
Depois de algumas semanas com boa presença, tenho visto menos brigadianos a pé no policiamento de Porto Alegre. Faltou efetivo novamente? (Arnaldo Camboim da Silva)
Asfalto
A avenida Protásio Alves está necessitando de uma operação tapa-buraco, especialmente a partir da Terceira Perimetral. Com a palavra, a Smov, que tem feito um bom trabalho em outras vias da Capital. Mas parece que o trabalho na Protásio já começou. (Fernando Matias, Porto Alegre)
Memorial Prestes
Sou filho de um militar que lutou, na década de 1920, contra a Coluna Prestes. Meu pai contava que ele, Prestes, não fez nenhuma "caminhada heroica" rumo à Bolívia. Foi fugindo, parava para atirar na coluna, que se preparava para o combate. Aí Prestes - Cavaleiro da Esperança? - e seus seguidores continuavam avançando, sem enfrentar. Atacavam e roubavam fazendas no caminho. Desertou, como capitão, aqui no Rio Grande do Sul, levando armas e munições. Disse que, em caso de guerra entre o Brasil e Rússia, ficaria ao lado dos bolcheviques. Esse é o senhor que ganhará um memorial em Porto Alegre? (José Carvalho, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia