Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 24/10/2017. Alterada em 23/10 às 20h54min

Frases e Personagens

Alexandre de Moraes

Alexandre de Moraes


MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL/JC
"O protagonismo (do STF) vai continuar até reequilibrar o papel do Poder Legislativo. Isso é o melhor para o País para evitar a guerrilha institucional, que, de uns dois anos para cá, estamos acompanhando." Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), em palestra no Rio de Janeiro.
"Num embate entre o Executivo e o Legislativo, já verificamos que sempre no Brasil isso resultou em golpe." Também Alexandre de Moraes.
"A solução para o Brasil hoje, para a crise política que o Brasil vive, só pode acontecer através da política. Não há outra opção possível desse problema político por que passa o País." Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República Rodrigo, em evento realizado em Belo Horizonte (MG).
"Claro que falhamos. Nosso maior erro foi exagerar na política de desonerações das grandes empresas. O Estado deixou de arrecadar para dar aos empresários, e em 2014 saía mais dinheiro do que entrava. Entre 2011 e 2014, se desonerou R$ 428 milhões." Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ao apontar erros na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, da Espanha.
"O segundo erro (do governo) veio quando a presidente anunciou o ajuste fiscal e traiu o eleitorado que a elegeu em 2014, ao qual tínhamos prometido que manteríamos os gastos. Assim começamos a perder a credibilidade." Também Lula falando sobre a gestão de Dilma Rousseff.
"O Bndes quer estar nessa próxima etapa de desenvolvimento do setor de papel e celulose, e já tem estado de modo mais evidente e profundo do que em qualquer outro setor." Paulo Rabello de Castro, presidente do Bndes, no Congresso da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel, em São Paulo.
"O Bndes precisa de notícias boas neste momento em que sua história vem sendo polemizada, inclusive por polemizadores nem sempre bem informados." Também Paulo Rabello de Castro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia