Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 17 de outubro de 2017. Atualizado às 22h46.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 18/10/2017. Alterada em 17/10 às 21h55min

Azar do contribuinte

MARCELO G. RIBEIRO/JC
Por mais justa que seja a revolta dos servidores com o parcelamento de salários, bloquear todos os acessos a um prédio público, como fizeram os professores grevistas na Secretaria Estadual da Fazenda, ontem pela manhã, é uma atitude que só pune quem não tem nada a ver com a bronca. O contribuinte que se exploda. É maldade planejada. Quase todas greves e protestos tratam primeiro de complicar a vida da população, como se fosse ela a culpada. Matéria sobre o protesto no site do Jornal do Comércio.

Convite à corrupção

Se há uma coisa que este País nunca conseguiu melhorar foi a burocracia. Ao contrário, ela só faz aumentar. Como já disse Walter Lídio Nunes, presidente da Celulose Riograndense, a burocracia facilita a corrupção. Vem lá de baixo. O pior é que a burocracia adquiriu vida própria: criar dificuldades para auferir facilidades.

Outubro Rosa


LENARA PETENUZZO/DIVULGAÇÃO/JC
A Água da Pedra e o Imama dão voz a quatro mulheres que venceram o câncer de mama na campanha criada para o Outubro Rosa deste ano. "Minha voz, nossa luta" mostra, de uma forma sensível e inspiradora, as verdadeiras protagonistas dessa causa, as pacientes. Os depoimentos estão espalhados em 15 bancas de revista de Porto Alegre e também podem ser conferidos em http://minhavoznossaluta.com.br.
 

Acidentes do trabalho

A Organização Internacional do Trabalho estima que 2 milhões de pessoas morrem anualmente em decorrência de acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho. Para aprimorar o controle das empresas e evitar parte dessas ocorrências, será publicada a ISO 45.001, tema da Jornada Gaúcha de Medicina do Trabalho e Fórum de Saúde e Segurança Ocupacional da Sociedade Gaúcha de Medicina do Trabalho, de 26 a 28, na Amrigs.

Licitação do Exército I

Com orçamento já passando do último furo do cinto, o Exército Brasileiro abriu licitações para a venda/permuta de várias áreas - existem 28 guarnições no Rio Grande do Sul. Uma delas, com mais de 20 hectares, fica do lado do aeroporto Salgado Filho, atrás da Casa NTX, orçada em pouco mais de R$ 60 milhões. No pacote, também está incluída uma área no bairro Santana, em Porto Alegre.

Licitação do Exército II

A ideia é trocar a área do aeroporto por prédios residenciais para alojar os oficiais, mas aí surge um pequeno impasse. Construir o que no terreno, que é complicado por natureza. Há quem diga que ele seria ideal para empresas de logística. A área da construção civil gostaria mesmo é do terreno do Hospital Militar, no bairro Auxiliadora. Este, sim, teria interessados, por ser área nobre para empreendimentos comerciais e residenciais.

Vida sem fronteiras

Em tempos de genocídios em várias partes do mundo, cabe ressaltar o trabalho da organização Médicos Sem Fronteiras (www.msf.org.br). Alguns números impressionam, como 2.536.400 casos de malária tratados, 92,6 mil intervenções cirúrgicas, 671,7 mil internações, 9.792.200 consultas ambulatoriais e 250,3 mil partos. Os dados são de 2016.
 

Miúdas

  • NÃO passa dia sem que abra uma nova operação gastronômica na Capital. A taxa de mortalidade é alta.
  • FAZ lembrar os anos 1990, quando todos tinham a mesma ideia: vender cachorro-quente em uma Towner.
  • NUNCA se falou e escreveu tanto sobre compliance como agora. Nem por isso o cidadão comum sabe o que é.
  • USUÁRIOS dos ônibus Linha Santana queixam-se de mais de 30 minutos de atraso. E, quando chega, está lotado.
  • MESMO de dia, é cada vez maior o número de drogados que ameaçam transeuntes nas calçadas da Capital.
  • NÃO faz mais sentido manter o Dia do Abraço. Nas redes sociais e e-mails, qualquer mensagem, por curta que seja, termina com um.

Finais

  • CARLOS Ivan Simonsen Leal, presidente da FGV, fala sobre a economia à luz da geopolítica mundial amanhã 15h/Auditório do BRDE.
  • HOSPITAL Moinhos de Vento realiza hoje seu já tradicional café da manhã em homenagem ao Dia do Médico. Três mil profissionais compõem o corpo clínico da instituição.
  • EDIÇÃO histórica do 30º Sonho de Natal de Canela se inicia no dia 4 de novembro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia