Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de setembro de 2017. Atualizado às 14h10.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

Partidos

Alterada em 28/09 às 14h11min

PT anuncia nova representação contra Aécio no Conselho de Ética do Senado

O PT vai ingressar com uma nova representação por quebra de decoro contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no Conselho de Ética do Senado. O anúncio foi feito pelo senador Humberto Costa (PT-PE) na sessão desta quinta-feira, 28. Senadores discutem requerimento para que o plenário da Casa autorize, ou não, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar Aécio do mandato.
"Entendemos que essa é uma questão que tem que ser avaliada por esse Parlamento. Na primeira discussão que tivemos no Conselho de Ética, nos opusemos", disse Costa. Uma primeira representação feita pela Rede já foi arquivada pelo Conselho de Ética em julho. "Entendemos que é pela omissão do Senado é que outros Poderes estão tentando dar uma satisfação à sociedade"
A justificativa dos senadores para levar o caso de Aécio ao plenário é de que, como a decisão envolve cerceamento de liberdade, é preciso cumprir o que está previsto na Constituição em caso de prisão de parlamentar, como ocorreu com o então senador Delcídio Amaral (sem partido-MS). Na ocasião, o plenário manteve a ordem do Supremo que determinou a prisão do parlamentar por obstrução da Justiça. O próprio PT divulgou nota nesta quarta-feira defendendo a medida.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia