Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de setembro de 2017. Atualizado às 00h18.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

américa do sul

Notícia da edição impressa de 14/09/2017. Alterada em 13/09 às 20h16min

Lucía Topolansky assume como vice-presidente do Uruguai

Senadora também presidirá a Assembleia Geral do Parlamento

Senadora também presidirá a Assembleia Geral do Parlamento


/MIGUEL ROJO/AFP/JC
A senadora Lucía Topolansky, esposa do ex-presidente do Uruguai José Mujica, assumiu ontem o cargo de vice-presidente do país, após o então vice, Raúl Sendic, renunciar, em meio a denúncias de corrupção.
Lucía é a primeira mulher a ocupar o cargo no Uruguai. A renúncia de Sendic foi aceita por unanimidade no Parlamento. A nova vice-presidente, de 72 anos, é uma ex-guerrilheira de esquerda que, assim como o marido, fez parte do grupo Tupamaros. Também como Mujica, Lucía tem um estilo de vida austero e pouco preocupado com formalidades.
No Uruguai, o vice-presidente também é presidente do Senado e da Assembleia Geral do Parlamento, cargos que agora serão desempenhados por Lucía. De acordo com a Constituição do país, Sendic deveria ser substituído pelo primeiro senador da lista dos mais votados na última eleição, que foi José Mujica.
No entanto, o ex-presidente não pode assumir o cargo, visto que a reeleição é proibida no Uruguai. O próximo parlamentar na relação de mais votados era justamente sua esposa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia