Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 09 de setembro de 2017. Atualizado às 15h19.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

uruguai

Alterada em 09/09 às 15h23min

Vice-presidente do Uruguai renuncia em meio à denúncia de corrupção

O vice-presidente do Uruguai, Raul Sendic, renunciou em meio às alegações de corrupção quando era chefe de petróleo da estatal ANCAP.
Sendic anunciou sua renúncia neste sábado (9), após seu partido político determinar que ele pode ter se envolvido em "uso inaceitável de recursos públicos" e o acusou de mentir em defesa própria.
As denúncias surgiram em junho deste ano, quando a publicação semanal Busqueda noticiou que, entre 2010 e 2013, Sendic usou cartões de crédito corporativos para a compra de joias, eletrônicos, móveis e outros itens em lojas de departamento. Dois jornalistas também publicaram cópias das faturas dos cartões de crédito.
Sendic não conseguiu explicar as compras durante seu julgamento e disse que pareciam "estranhas". O caso também está sendo estudado por uma entidade pública contra a corrupção.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia