Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de setembro de 2017. Atualizado às 19h00.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga dos campeões

Alterada em 26/09 às 19h01min

Besiktas bate RB Leipzig com gol de Talisca e lidera grupo; Porto atropela Monaco

Jogadores turcos celebram a vitória contra o RB Leipzig no estádio Vodafone Park, em Istambul

Jogadores turcos celebram a vitória contra o RB Leipzig no estádio Vodafone Park, em Istambul


OZAN KOSE/AFP/JC
Com um gol do meia-atacante brasileiro Anderson Talisca, o Besiktas venceu o RB Leipzig por 2 a 0, em Istambul, nesta terça-feira, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo G da Liga dos Campeões da Europa. O triunfo colocou o time turco na liderança da chave, com seis pontos, seguido na chave pelo Porto (três), RB Leipzig e Monaco (ambos com apenas um ponto).
O Besiktas abriu o placar logo aos 11 minutos da primeira etapa com o atacante holandês Ryan Babel. Ainda na primeira etapa, aos 43, Anderson Talisca aproveitou um belo cruzamento do português Ricardo Quaresma para ampliar o marcador de cabeça.
O brasileiro - que iniciou a carreira no Bahia e também jogou pelo Benfica - já havia marcado na vitória por 3 a 1 sobre o Porto, em Portugal, na estreia da equipe na Liga dos Campeões.
No segundo tempo, a partida chegou a ser interrompida por alguns minutos devido à uma falha nas torres de iluminação do estádio Vodafone Park, em Istambul, mas o problema não gerou consequências para o resultado final.
Já o Monaco foi surpreendido pelo Porto na derrota 3 a 0, em Montecarlo, também nesta terça-feira, no outro jogo do dia pelo Grupo G. O grande destaque da partida - uma reedição da finalíssima de 2004 da competição, vencida pelos portugueses pelo mesmo placar - foi o atacante camaronês Vincent Aboubakar, autor dos dois gols. O mexicano Layún completou.
O Monaco - atual campeão francês e semifinalista da edição passada da Liga dos Campeões - não conseguiu fazer uma grande apresentação e teve poucas chances de gol na primeira etapa. E ainda viu a equipe visitante abrir o placar aos 31 minutos. Em grande jogada, o meio-campista Danilo Pereira acertou um belo voleio, o goleiro suíço Diego Benaglio fez grande intervenção, mas o rebote caiu nos pés de Aboubakar, que ainda precisou chutar duas vezes para marcar.
No segundo tempo, os donos da casa seguiram sem conseguir ameaçar os portugueses, que tiveram as melhores oportunidades para ampliar o marcador. E assim o fizeram, aos 24 minutos, novamente com Aboubakar, aproveitando um contra-ataque mortal de sua equipe.
O Monaco teve apenas uma grande chance de diminuir a desvantagem em jogada do colombiano Falcao Garcia, que emendou de primeira um cruzamento vindo da esquerda do ataque para carimbar a trave do veterano goleiro Iker Casillas, de 36 anos.
No entanto, os visitantes fecharam a conta da partida aos 44 minutos. O Porto partiu para o ataque e obrigou Benaglio a fazer três grandes defesas em um mesmo lance. Mas o esforço do goleiro suíço não foi suficiente, pois a bola sobrou para o mexicano Miguel Layún, que completou para o gol.
Na próxima rodada do Grupo G, marcada para o dia 17 de outubro, o Monaco receberá o Besiktas, líder da chave. No mesmo dia, o Porto irá até a Alemanha para enfrentar o RB Leipzig.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia