Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 16 de setembro de 2017. Atualizado às 12h43.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

tênis

16/09/2017 - 12h17min. Alterada em 16/09 às 12h44min

França e Austrália vencem nas duplas e se aproximam da final na Davis

Lleyton Hewitt (c), Jordan Thompson (d) e John Peers comemoram a vitória da Austrália contra a Bélgica

Lleyton Hewitt (c), Jordan Thompson (d) e John Peers comemoram a vitória da Austrália contra a Bélgica


EMMANUEL DUNAND /AFP/JC
França e Austrália ficaram mais perto da grande decisão da Copa Davis neste sábado ao venceram seus jogos de duplas, pelas semifinais do Grupo Mundial. Com os triunfos, sobre Sérvia e Bélgica respectivamente, as duas equipes lideram seus confrontos pelo placar de 2 a 1 na série melhor de cinco jogos.
No saibro de Lille, a França contou com o apoio da torcida para buscar sua segunda vitória sobre os sérvios. Donos de dois títulos de Grand Slam, Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert confirmaram o favoritismo ao vencerem Filip Krajinovic e Nenad Zimonjic pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/2 e 7/6 (7/3).
Com o resultado, o time da casa virou o placar da série. Isso porque os franceses abriram o duelo com derrota de Lucas Pouille para Dusan Lajovic por 3 a 1. Na sequência, Jo-Wilfried Tsonga empatou ao bater Laslo Djere por 3 a 0.
No domingo, os confrontos de simples serão invertidos e Tsonga será a maior esperança da França para obter a vitória que falta para encerrar o duelo e garantir a vaga na final. Os franceses estão desfalcados de Gael Monfils, Richard Gasquet e Gilles Simon enquanto os sérvios não têm Novak Djokovic.
No saibro de Bruxelas, a Austrália também buscou a virada sobre a Bélgica. John Peers, atual número dois do mundo no ranking de duplas, e Jordan Thompson bateram Ruben Bemelmans e Arthur De Greef com direito a um "pneu" no jogo de duplas. Peers e Thompson venceram por 6/3, 6/4 e 6/0.
Nos dois jogos de simples deste domingo, as atenções estarão voltadas para o belga David Goffin, especialista em saibro, e Nick Kyrgios. Eles vão se enfrentar no começo do dia. Se Kyrgios vencer, a Austrália fechará o confronto. O quinto duelo vai ter o australiano John Millman e o anfitrião Steve Darcis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia