Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de setembro de 2017. Atualizado às 17h48.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

Notícia da edição impressa de 15/09/2017. Alterada em 14/09 às 21h52min

Inter tenta retomar a liderança

Recuperado de um edema na coxa, D'Alessandro retorna ao meio-campo

Recuperado de um edema na coxa, D'Alessandro retorna ao meio-campo


/RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Tudo está pronto para o confronto com o Figueirense neste sábado, às 16h30min, no Beira-Rio. Com o time definido desde o início da semana, o técnico Guto Ferreira não fará mistério para a partida diante dos catarinenses. O Colorado busca a retomada das vitórias, após o insucesso contra o Juventude. Em caso de triunfo sobre o Figueira e tropeço do América-MG, o Inter poderá voltar à liderança da Série B do Campeonato Brasileiro.
O time mineiro entra em campo nesta sexta-feira, fora de casa, para encarar o Ceará, quinto colocado. Mesmo que um tropeço do América seja bom para o Inter, um mau resultado dos cearenses também ajuda, já que o Colorado pode aumentar sua diferença em relação ao primeiro clube fora do G-4. Desta forma, um empate seria o melhor resultado para o time gaúcho.
O lateral-direito Cláudio Winck confessou que irá secar o América para voltar à liderança da competição. "Espero que eles tenham um tropeço. Tenho certeza que, quando nós jogamos, torcem contra também. O mais importante é buscar o resultado para manter a boa fase. Espero pelo menos um empate ou uma derrota do América-MG", disse.
A equipe tem retornos importantes para a partida deste sábado. Recuperado de um edema na coxa direita, D'Alessandro reassume o meio-campo. Outro que volta após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo é o volante Rodrigo Dourado, devolvendo Charles para o banco de reservas. O zagueiro Thales teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e fica no banco diante do Figueirense.
A principal mudança no time de Guto Ferreira é a presença de Ernando desde o início da partida. Ele entrou no decorrer da derrota para o Ju, em Caxias do Sul, e treinou durante toda semana entre os titulares. Klaus, com um problema no punho esquerdo, não deve mais jogar nesta temporada. Desta forma, o Colorado deve ter Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Ernando, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado; Edenilson, D'Ale, William Pottker e Eduardo Sasha; Leandro Damião.
Quem segue realizando sua recuperação física é o meia Camilo. O jogador trabalhou na caixa de areia nesta quinta-feira e deve ficar mais uns 10 dias treinando com o grupo de transição para voltar aos gramados.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 15/09/2017 17h11min
VERDADE ERNANDO, É ERRANDO QUE SE APRENDE !!!nnImagino que quando os jogadores eram crianças faziam muitas firulas com a BOLA nos campinhos de terra do bairro, treinavam jogadas absurdas que sempre funcionavam, mas hoje alguns profissionais se assustam até com a cara feia do adversário. Quem sabe poderiam ficar mais leves, menos tensos, felizes e se divertir jogando um futebol diferenciado com muita atenção tática, técnica e intensidade em todas as jogadas, para que a tão esperada vitória flua naturalmente sem ter alguém azucrinando com vaias nos ouvidos no final do jogo. Sabemos que a qualidade do plantel do nosso Internacional, não é para disputar uma Champions League, Série A do Brasileirão e nem LBA neste momento com estes jogadores, mesmo assim precisamos dar o nosso apoio.Quem sabe possamos dar mais um voto de confiança ao zagueiro Ernando para ajudá-lo a superar os adversários dentro do campo, e descolar este rótulo que foi colado nele devido à queda para a Série B. Futebol é sempre encantador e simples, mas os jogadores não podem ficar entregando a bola de bandeja ao adversário e nem errar aqueles GOLS na cara do goleiro, se não perde o encanto e apoio do torcedor Colorado. Abs. Dorian Bueno Google+Plus, POA, 15.09.2017nn