Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 17h09.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Judô

Notícia da edição impressa de 04/09/2017. Alterada em 03/09 às 21h20min

Gaúcha Mayra Aguiar é campeã mundial pela segunda vez

Na decisão, gaúcha venceu judoca japonesa com um ippon

Na decisão, gaúcha venceu judoca japonesa com um ippon


ATTILA KISBENEDEK/ATTILA KISBENEDEK/AFP/JC
A gaúcha Mayra Aguiar fez história na sexta-feira. Com um ippon, aplicado nos primeiros segundos do desempate, a judoca superou a japonesa Mami Umeki e tornou-se campeã na categoria até 78kg do mundial de Budapeste, na Hungria. É o segundo título mundial da atleta, que iguala João Derly, também gaúcho e oriundo da Sogipa, no seleto grupo de judocas brasileiros a serem campeões mundiais em mais de uma oportunidade. Foi também a quinta medalha de Mayra em mundiais.
Após a vitória, a judoca exaltou a manutenção do foco como algo decisivo para a conquista. "Eu me preparei muito para essa competição. Cada luta que passou, cada vitória era um degrauzinho. Procurei manter a cabeça sob controle", acentuou. O primeiro título mundial de Mayra tinha sido conquistado em 2014, na Rússia.
No trajeto para o título, a judoca da Sogipa superou a francesa Audrey Tcheumeo, sua algoz nos Jogos Olímpicos do Rio-2016. Mayra ficou com o bronze naquela ocasião, enquanto Tcheumeo levou a prata. Na semifinal, a brasileira venceu Ruika Sato, do Japão, por wazari.
Ao todo, o Brasil obteve cinco pratas no Mundial de Budapeste. Na sexta-feira, Érika Miranda (até 52kg) levou o bronze, enquanto David Moura (prata) e Rafael Silva (bronze) foram ao pódio no sábado, na categoria peso pesado. No domingo, a equipe mista conquistou a prata, sendo vencida pelo Japão na decisão.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia