Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de setembro de 2017. Atualizado às 17h16.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 29/09 às 17h17min

Ouro termina sessão em queda, mas acumula ganho no trimestre

Os contratos futuros de ouro encerraram o pregão e o mês em queda, diante da perspectiva de aprovação da reforma tributária nos Estados Unidos.  Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro fechou em queda de US$ 3,90 (-0,30%), a US$ 1.284,80 por onça-troy. Com base nos contratos mais líquidos, no mês houve recuo de 2,83%, mas no trimestre o ganho foi de 3,42%.
Nos últimos três meses, contudo, os contratos do metal precioso foram impulsionados pelo aumento das tensões com a Coreia do Norte. O país ameaça desobedecer as sanções do Ocidente e prosseguir com o teste de armas nucleares.
No mês de setembro, no entanto, houve queda, diante da perspectiva de aumento de juros nos Estados Unidos em breve. Nas últimas sessões, houve ainda o adicional da expectativa de aprovação da reforma tributária proposta por Donald Trump.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia