Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de setembro de 2017. Atualizado às 20h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 28/09 às 20h15min

Em Nova Iorque, S&P 500 renova recorde e McDonald's lidera ganhos no índice Dow Jones

As bolsas de Nova Iorque terminaram a sessão em leve alta nesta quinta-feira (28), com os investidores concentrados no reequilíbrio de carteiras devido à proximidade do fim do trimestre. Entre os índices, o S&P 500 renovou o recorde histórico e o Nasdaq ficou estável. Após forte baixa nos últimos dias, as ações do McDonald's lideraram os ganhos no índice Dow Jones.
O índice S&P 500 subiu 3,02 pontos (0,12%), para 2.510,06 pontos, renovando a máxima histórica pela 38ª vez no ano. O Dow Jones avançou 40,49 pontos (0,18%), para 22.381,20 pontos. E o Nasdaq ganhou apenas 0,19 ponto, para 6.453,45 pontos.
A sessão de quinta-feira foi relativamente calma no geral, já que os investidores buscavam detalhamentos do plano de reforma tributária do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Como as minúcias não vieram, os investidores não tomaram posições muito ousadas.
"É provável que vejamos esse pouco movimento no mercado enquanto os detalhes da legislação fiscal são debatidos", disse Mike Allison, gerente de portfólio da Eaton Vance. De acordo com ele, a alta de hoje guarda relação com o rali das bolsas no mês setembro.
No noticiário corporativo, as ações do McDonald's saltaram 2,23%, representando mais da metade do ganho das ações industriais do índice Dow Jones. O papel da cadeia de restaurantes acumulou queda de 1,6% neste mês, mas, na sessão, reagiu à elevação de recomendação de "neutro" para "compra" pela Longbow Research.
No setor de tecnologia, enquanto as ações da Apple cederam 0,62%, as do Facebook subiram 0,63%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia