Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de setembro de 2017. Atualizado às 08h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 26/09 às 08h06min

Bolsa de Tóquio fecha em baixa com avanço do iene relacionado à Coreia do Norte

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa nesta terça-feira (26), influenciada pela recuperação do iene ante o dólar em meio a renovadas tensões com a Coreia do Norte.
Ontem, a Coreia do Norte alegou que os EUA declararam guerra ao país e alertou que poderá derrubar aviões americanos para se defender, mesmo que as aeronaves estejam fora de seu espaço aéreo. Segundo o ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Ri Yong-ho, a declaração de guerra veio em um tuíte postado pelo presidente Donald Trump no fim de semana, no qual ele se referiu ao ditador Kim Jong-un como "pequeno homem-foguete" e afirmou que seu regime não sobreviveria muito tempo.
A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, classificou de "absurda" a sugestão de que os EUA declararam guerra a Pyongyang.
Neste contexto, o iene se fortaleceu em relação ao dólar nos negócios de segunda-feira e manteve a tendência nesta madrugada.
O índice Nikkei encerrou o pregão de hoje em queda de 0,33% na capital do Japão, a 20.330,19 pontos, com as perdas lideradas por ações do setor de eletrônicos.
Já no mercado de bônus do governo japonês (JGBs), o rendimento do papel de 10 anos subiu meio ponto-base, a 0,025%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia