Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de setembro de 2017. Atualizado às 11h28.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Alterada em 19/09 às 11h29min

Valor pago por quilômetro voado em voos cai 4,9% no 1º semestre, diz Anac

O valor pago por quilômetro voado, indicador conhecido no setor aéreo como yield, apresentou queda de 4,9% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2016, para R$ 0,2825/km, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Trata-se do menor nível registrado para o 1º semestre na série histórica iniciada em 2002, segundo a agência reguladora.
A redução mais expressiva foi em Roraima, de 14,7%, e somente o Distrito Federal apresentou alta no yield no primeiro semestre, de 4,6%, em relação ao mesmo intervalo de 2016.
Ainda segundo o relatório divulgado nesta terça-feira (19) a tarifa aérea média doméstica real no período caiu 2,6%, para R$ 323,62, com atualização pela inflação (IPCA).
Mais da metade das tarifas comercializadas de janeiro a junho deste ano, 58,2% foram inferiores a R$ 300,00 e 10,2% abaixo de R$ 100,00. Valores superiores a R$ 1.500,00 representaram 0,4% do total, conforme os dados da Anac.
A demanda por transporte aéreo doméstico, medida em passageiros quilômetros pagos transportados (RPK), cresceu 0,65% no primeiro semestre de 2017 em relação ao mesmo período do ano anterior, e a oferta, por outro lado, caiu 0,56%, resultando em aumento de 1,2% na taxa de aproveitamento dos assentos das aeronaves, ainda com base no relatório da Anac.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia