Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de setembro de 2017. Atualizado às 22h23.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Alterada em 14/09 às 22h26min

Ilan: apesar de ambiente volátil, voltamos a crescer

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse na noite desta quinta-feira (14), em São Paulo, que, apesar do ambiente de elevada volatilidade interna enfrentado pelo País, a situação econômica apresentou avanços desde o ano passado. "Estou certo de que temos motivos para comemorar. Após dois anos de recessão, o conjunto recente dos indicadores de atividade econômica mostra sinais compatíveis com a recuperação gradual da economia brasileira", disse Ilan em evento de premiação a empresas pela Revista IstoÉ Dinheiro.
Ilan disse ainda que, depois de um crescimento de 1% no primeiro trimestre deste ano, em comparação aos três meses anteriores, a economia brasileira teve um crescimento adicional de 0,2% no segundo trimestre. "O consumo avançou 1,4% no segundo trimestre, seu primeiro resultado positivo desde o quarto trimestre de 2014 Além disso, o setor externo continua contribuindo para a retomada, com as exportações avançando 0,5% e as importações recuando 3,5%", afirmou.
Em sequência ao bom desempenho no primeiro semestre, emendou o presidente do BC, os dados do terceiro trimestre continuam apontando para uma recuperação gradual. "Em julho o índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br) cresceu 0,41% na medida dessazonalizada. Houve também no mês a criação de 36 mil vagas e a produção industrial cresceu 0,8% ante o mês anterior, resultados positivos pelo quarto mês consecutivo para esses dois indicadores", afirmou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia