Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de setembro de 2017. Atualizado às 00h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado de capitais

Notícia da edição impressa de 14/09/2017. Alterada em 13/09 às 21h34min

Mercado minimiza noticiário e Ibovespa tem 3ª alta

.
/.
O Índice Bovespa teve ontem sua terceira alta consecutiva e renovou seu recorde histórico ao marcar 74.787 pontos, com ganho de 0,33%. Em um dia de acontecimentos relevantes nos cenários político, jurídico e policial, as ordens de compra continuaram a ser motivadas por fatores relacionados à recuperação da economia e à expectativa de avanço da reforma da Previdência.
Foram destaque ontem os papéis da JBS, que subiram 2,35% e estiveram entre as maiores altas do Ibovespa. O dólar fechou em alta, seguindo o comportamento da divisa no exterior e alguma cautela interna, embora tenha desacelerado os ganhos à tarde em meio a uma continuidade na perspectiva de fortalecimento do governo. Especialistas salientaram ainda um tom positivo em relação à expectativa de que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, seja candidato a presidente nas eleições de 2018. No mercado à vista, o dólar fechou em alta de 0,35%, aos R$ 3,1385.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia