Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 19h19.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

crédito

06/09/2017 - 18h22min. Alterada em 06/09 às 18h22min

Banco do Brasil segue Copom e volta a reduzir taxas do crédito imobiliário

O Banco do Brasil anunciou nesta quarta-feira (6) nova redução nas suas taxas de juros das operações de crédito imobiliário, que terão taxas menores nas modalidades Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e Carteira Hipotecária (CH). O BB já havia reduzido os juros dessas linhas na última rodada do Copom, no final do mês de julho.
Para as linhas do SFH, as novas taxas passam a variar no intervalo entre 9,24% a 10,44% ao ano, ante os 9,74% e 10,69% ao ano cobrados até aqui. Já na Carteira Hipotecária, as taxas eram 10,65% e 11,74% ao ano e agora serão reduzidas para 10,15% na mínima e 11,49% ao ano no maior patamar.
Reflexo da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que cortou a taxa Selic em 1 ponto porcentual nesta noite de quarta-feira, 6, essa é a sexta queda consecutiva de juros no Banco do Brasil ao longo deste ano. As novas taxas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, dia 11.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia