Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 16h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

Notícia da edição impressa de 04/09/2017. Alterada em 03/09 às 21h18min

Gerdau participa pela primeira vez de desafio da Fiap

Em busca de soluções inovadoras para a operação digital de sua usina em Araçariguama, a Gerdau participa da 7ª edição do projeto Innovation Challenge, promovido pela Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap). O objetivo desta iniciativa é estimular os estudantes a vivenciar os principais desafios enfrentados pelas equipes de inovação das empresas.
A Gerdau é a primeira do setor do aço a participar do programa. Os alunos do segundo ano do curso de Engenharia da Computação da universidade entrarão no universo da indústria do aço para desenvolver drones autônomos e inteligentes para o monitoramento patrimonial dos pátios externos da operação.
"Unir o mundo corporativo e seus desafios com os novos talentos e as novas ideias do ambiente acadêmico é uma tendência forte fora do Brasil que a Fiap tem adotado com frequência. Os alunos estão aprendendo na prática e ainda mostrando caminhos para que a indústria ganhe competitividade e velocidade na era digital", comenta o coordenador dos cursos de Engenharia da Fiap, John Paul Lima.
Como parte das atividades, os alunos participarão de mentorias e encontros com profissionais da Gerdau para discutir ideias, realizar análises de mercado e escalabilidade de produtos para a implantação das novas tecnologias.
O gestor da unidade da Gerdau em Araçariguama, Fabio da Silva, diz que a empresa está participando do desafio e dividindo com os estudantes a prática da metodologia Open Innovation, que foi implementada em seus processos. "Queremos fomentar a autonomia e inspirar o espírito empreendedor de cada um, estimulando o desenvolvimento de novos projetos que tragam valor para a experiência entre mercado e universidade", destaca.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia