Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de setembro de 2017. Atualizado às 16h44.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Notícia da edição impressa de 04/09/2017. Alterada em 03/09 às 18h46min

Capacitações lúdicas conquistam agentes

Em torno de 110 agentes e operadores de turismo estiveram presentes no evento

Em torno de 110 agentes e operadores de turismo estiveram presentes no evento


MARIANA CARLESSO/JC
Adriana Lampert
Quebrar o padrão, sair da caixa e tornar mais descontraído um treinamento que poderia ser igual a tantos outros. Essa tem sido a aposta de algumas associações hoteleiras quando o assunto é apresentar atrativos e infraestrutura dos destinos brasileiros. A tática dá certo, e profissionais do setor de viagens aprovam. "Quando uma capacitação é dinâmica, destacando-se daquelas apresentações monótonas, fica mais fácil de fixar o conteúdo", comenta o gerente da FRT Operadora, Rogério Xavier.
Acostumado a comparecer em muitos treinamentos, o gestor da FRT pondera que, em geral, eventos de grande porte chegam a inserir um atrativo na programação. "Neste caso, o pessoal vai mesmo, porque é importante estarmos atualizados sobre os destinos." Mas, dependendo da forma de apresentar o destino, não atrai, observa Xavier. "Um boa apresentação faz diferença."
"Percebemos que, como a maioria das capacitações é muito formal, alguns agentes de viagens andam mais distantes, menos participativos de eventos de apresentações de destinos", destaca o encarregado comercial do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau, Daniel Jacarandá. Na semana passada, ele esteve em Porto Alegre, juntamente com outros integrantes da entidade, para divulgar a praia localizada no município de Ipojuca, em Pernambuco. Em torno de 110 agentes e operadores de turismo estiveram presentes no evento, que ocorreu em um cinema de um Bourboun Shopping da Capital.
Ao promover o destino de Porto de Galinhas - que recebe cerca de 1,2 milhão de turistas por ano - e se destaca por suas águas claras, que atraem principalmente famílias e casais em lua de mel durante todo ano, o Convention & Visitors Bureau local investiu na arte. "Contratamos um mágico, porque acreditamos que, para a plateia absorver a mensagem, é preciso estar envolvida com a apresentação", comenta Jacarandá. Contratado para realizar a capacitação de agentes de viagens com foco nas belezas de Porto de Galinhas, o ator e mágico Rapha Santacruz encantou o público gaúcho com seu trabalho, que envolve uma linguagem própria: une mágica, teatro popular e circo.
Durante 30 minutos, ele vive o personagem nordestino Matuto, um palhaço que canta, toca instrumento e faz mágica do início ao fim da apresentação de passeios, atividades e pontos turísticos de Porto de Galinhas. "Eu criei histórias que envolvem os passeios de praia - de jangada ou buggy -, os hotéis e restaurantes, os esportes radicais - surf, kindsurf e mergulho -, e o artesanato da região", resume o mágico. Acostumado a fazer mágica há mais de 15 anos, ele admite que antes de criar um número próprio para o destino pernambucano, já havia sido chamado para fazer várias palestras dentro do mercado corporativo. "Mas, até então, era um formato mais clássico, e eu me sentia apenas mais um", confessa. "Agora, com um outro olhar artístico e autoral, me sinto motivado a colaborar para transformar e melhorar a qualidade produtiva e criativa destas pessoas."
Com a possibilidade de se diferenciar, Santacruz embarcou na ideia proposta pelo Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau e tem feito capacitação de agentes de turismo em diversas cidades do Brasil, e também no Uruguai e Argentina. Antes de Porto Alegre, ele se apresentou para profissionais de Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG). O projeto segue esta semana e passa por Brasília (DF), Goiânia (GO) e São Paulo (SP). "Estamos tendo um feedback bem positivo", comemora.

Show de tango e dinâmica em grupo servem de ferramentas

Conferência Ugart desafiou participantes a trabalharem em equipe

Conferência Ugart desafiou participantes a trabalharem em equipe


UGART/UGART/DIVULGAÇÃO/JC
Dentre os eventos que se destacaram por inovar, ocorridos recentemente no Estado, a União Gaúcha dos Operadores e Representantes de Turismo (Ugart) organizou dois encontros diferenciados este ano: a 32ª Feira de Negócios Turísticos Ugart e a 2ª Conferência Ugart, que ocorreram no Centro de Eventos do BarraShoppingSul e no Dado Bier do Bourbon Country, respectivamente.
A primeira, além de stands e lounges mais convencionais, contou com um chef de gastronomia das Ilhas Seychelles, que apresentou o destino através da preparação de pratos típicos. "Também a Argentina apresentou o destino através de um show de tango com degustação de seus vinhos", comenta o presidente da entidade, Marcelo Adans.
Na Conferência, a Ugart apostou em uma dinâmica de grupo, onde os participantes receberam o desafio de montar três rodas gigantes cada uma com 3.202 peças no tempo de 90 minutos. O objetivo foi desenvolver aspectos como liderança, organização e trabalho em equipe, mostrando que quando trabalhamos unidos, tudo fica mais fácil", explica o dirigente.

Apresentações rápidas são mais produtivas, apontam especialistas

Levar agentes de turismo para o cinema, após a capacitação, é outra estratégias do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau. "Apostamos em uma apresentação rápida, seguida de uma atividade lúdica, algo diferente, porque o dia a dia destes profissionais é corrido, e este é um momento em que se pode relaxar, mesmo que passando por um treinamento", explica o encarregado comercial da entidade, Daniel Jacarandá.
"Os gaúchos apreciam muito o destino de Porto de Galinhas, e esse tipo de iniciativa feita é muito importante, para que o agente esteja capacitado a oferecer com mais qualidade os destinos", comenta o gerente da FRT Operadora, Rogério Xavier. "Conhecer os atrativos do local otimiza o tempo de venda, e o cliente não precisa comprar passeios de última hora." Jacarandá concorda com esta linha de pensamento: "Acreditamos muito na influência dos agentes de viagens, então a gente faz um trabalho para quem está vendendo ter informações suficientes e que funcionem como forma de convencimento".
O executivo de contas da Visual Operadora, Clairton Martins, elogia que vários destinos estejam inovando na forma de apresentar seus produtos. "É bem melhor que estar em uma sala cheia, com pessoal fazendo apresentação direto de um telão", concorda a promotora interna da agência Unejovem, Jacqueline Zanenga.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia