Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de setembro de 2017. Atualizado às 11h52.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

Em cena

Notícia da edição impressa de 21/09/2017. Alterada em 21/09 às 18h50min

Elas no comando: veja os destaques do Porto Alegre em Cena

Polêmica dá o tom destes últimos dias do Porto Alegre em Cena. O festival recebe, hoje e amanhã, duas sessões (esgotadíssimas) da montagem O evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu, protagonizada pela atriz e travesti Renata Carvalho. Na semana passada, uma liminar da Justiça impediu a realização da peça em Jundiaí, interior paulista. Outra forte mulher chega aos palcos da cidade: a clássica Antígona será encarnada por Andréa Beltrão - atriz com 40 anos de carreira - no Theatro São Pedro.

Antígona por Andréa Beltrão

Atriz celebra 40 anos de carreira em peça de Amir Haddad

Atriz celebra 40 anos de carreira em peça de Amir Haddad


MATHEUS JOSÉ MARIA/MATHEUS JOSÉ MARIA/DIVULGAÇÃO/JC
Um denso monólogo para um texto clássico marca as comemorações dos 40 anos de carreira de Andréa Beltrão. Baseada na tradução de Millôr Fernandes para a obra homônima de Sófocles, Antígona chega a Porto Alegre com duas sessões, hoje e amanhã, às 21h, no Theatro São Pedro.
Andréa construiu a peça a quatro mãos, juntamente com o diretor Amir Haddad (ele, com uma trajetória de 60 anos no teatro nacional). O clássico ganha contornos bastante contemporâneos - apesar de o texto datar de 441 a.C. -, em que o despojamento e a simplicidade da cena dão ainda mais força às palavras, rompendo totalmente as barreiras do tempo.
Escrita por volta de 442 a.C., a obra de Sófocles narra a tragédia de Antígona, filha de Édipo e irmã de Etéocles e Polinice. Depois que Édipo comete o parricídio e o incesto, admite a culpa trágica e cega os próprios olhos, seus descendentes iniciam uma disputa pelo poder. Os irmãos homens acabam se matando em uma briga pelo trono.
Essa é a história clássica, mas, na montagem, a tragédia desenrola-se a partir da árvore genealógica da protagonista, Antígona, chegando até os deuses do Olimpo. Tudo acontece sempre de forma muito direta, trazendo como principal ponto de reflexão o conflito entre as leis dos deuses e as leis dos homens.

Jesus por Renata Carvalho

Artista interpreta Jesus em montagem na Capital

Artista interpreta Jesus em montagem na Capital


/LÍGIA JARDIM/DIVULGAÇÃO/JC
O tema já é controverso e era alvo de censura nos últimos meses, mas o ápice aconteceu na sexta-feira passada. Uma determinação judicial cancelou a sessão de O evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu, que ocorreria em Jundiaí, interior de São Paulo.
A peça recria Jesus como uma transexual. Autora do monólogo, a inglesa Jo Clifford escreveu a peça como forma de lidar com sua religião quando decidiu mudar de sexo em 2006, aos 56 anos.
Histórias bíblicas conhecidas, como O bom samaritano e A mulher adúltera, são recontadas em uma perspectiva contemporânea, propondo uma reflexão sobre a opressão e a intolerância sofridas por pessoas trans e minorias.
Renata comentou, nos últimos dias, que houve protestos contra a peça na semana anterior e que foi informada sobre a liminar uma hora e meia antes do espetáculo.
Por outro lado, a repercussão teve um efeito positivo: nos dias seguintes, o público presente nas sessões aumentou. Renata foi ovacionada ao fim da performance no sábado passado. "Para cada pessoa que nos ataca, outras 100 nos apoiam", relatou.
As sessões no Teatro Bruno Kiefer estão esgotadas, mas Renata participa, na sexta-feira, às 15h, de debate sobre o movimento trans. A atividade acontece no Centro Municipal de Cultura.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia