Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de agosto de 2017. Atualizado às 01h17.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

partidos

Notícia da edição impressa de 24/08/2017. Alterada em 23/08 às 21h49min

Geraldo Alckmin volta a defender prévias para escolha de candidato à presidência

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu ontem a escolha do candidato do partido à presidência da República na reunião executiva do PSDB marcada para dezembro.
Ao participar do lançamento de um edital da licitação que vai definir o administrador de um fundo criado pelo governo para vender imóveis públicos, Alckmin, que já manifestou interesse em disputar a corrida pelo Palácio do Planalto no ano que vem, fez uma crítica à antecipação da campanha, em uma referência indireta às viagens pelo País feitas pelo prefeito da capital paulista João Doria, um possível adversário dentro do PSDB.
Em entrevista coletiva, o governador disse ainda que as prévias partidárias são um instrumento moderno de democracia e lembrou que, não fosse esse caminho, o ex-presidente norte-americano Barack Obama não chegaria à Casa Branca, já que a senadora Hillary Clinton tinha a preferência do partido democrata.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia