Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de agosto de 2017. Atualizado às 23h48.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

polêmica

Notícia da edição impressa de 09/08/2017. Alterada em 08/08 às 21h35min

OAB repudia vídeo de escola com tributo a Bolsonaro

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Amazonas, Marco Aurélio de Lima Choy, lamentou que dezenas de alunos do terceiro ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Professor Waldocke Fricke de Lyra, em Manaus, tenham aparecido em um vídeo que chama Bolsonaro de "salvação da nação", sob comando de dois policiais, em um ginásio da escola.
O colégio é administrado pela Polícia Militar (PM) por meio de um acordo com a Secretaria de Educação do Amazonas (Seduc). "Repudiamos qualquer forma de ingerência sobre a liberdade de expressão, seja para homenagear, seja para deixar de homenagear alguém. Esse vídeo é lamentável. Não se coloca palavras na boca de adolescentes", comenta o presidente da OAB. Procurada, a Seduc disse: "estamos apurando a situação". A escola não respondeu até o fechamento desta edição.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia