Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 29 de agosto de 2017. Atualizado às 23h22.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 30/08/2017. Alterada em 29/08 às 19h44min

Dique se rompe e cidade é evacuada

Centro de convenções com capacidade para 5 mil pessoas abriga 9 mil

Centro de convenções com capacidade para 5 mil pessoas abriga 9 mil


JOE RAEDLE/JOE RAEDLE/GETTY IMAGES/AFP/JC
Um dique se rompeu ontem em Columbia Lakes, no condado de Brazoria, cerca de 80 quilômetros ao sul de Houston, após cinco dias consecutivos de chuva torrencial nos Estados Unidos. As autoridades locais deram ordem de evacuação da cidade. Além de casas e rodovias submersas, grandes represas da região correm o risco de transbordar após as inundações causadas pela passagem da tempestade tropical Harvey pelo estado do Texas.
Em sua conta no Twitter, a administração do condado de Brazoria publicou a notícia do rompimento e clamou à população que deixasse a região: "O dique em Columbia Lakes se rompeu! Saiam agora!". Até o momento, moradores de seis bairros e de um município vizinho foram ordenados a deixarem suas residências.
Engenheiros começaram a liberar água dos reservatórios Addicks e Barker na segunda-feira para aliviar a pressão nas estruturas, o que significa que mais casas e ruas ficarão alagadas. Algumas residências continuarão inundadas por até um mês.
Em Houston, mais de 9 mil pessoas estão no Centro de Convenções George R. Brown, quase o dobro da capacidade do local, de 5 mil. O prefeito Sylvester Turner disse que planeja abrir mais dois grandes abrigos para receber os moradores que tentam escapar das inundações. No total, mais de 17 mil pessoas buscam refúgio no Texas, informou a Cruz Vermelha.
Diante dos estragos ainda imensuráveis, o presidente Donald Trump e a primeira-dama Melania chegaram à cidade de Corpus Christi, no Texas, para acompanhar os esforços de resgate. "A recuperação será longa e dura, e o governo federal está pronto, disposto e apto a apoiar esse processo", declarou Trump.
A cidade de Corpus Christi sofreu danos mínimos. Com cerca de 325 mil habitantes, está com os hotéis quase lotados, abrigando parte das pessoas de áreas mais atingidas que foram evacuadas, inclusive da capital Houston.
O nível das chuvas atinge recorde contínuo nos Estados Unidos, chegando a 125,3 centímetros. Já foram confirmadas três mortes oficialmente, mas há relatos não confirmados sobre desaparecidos e o número de prováveis mortos deve aumentar - estimativas não oficiais indicam que já sejam 10.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia