Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 19 de agosto de 2017. Atualizado às 12h14.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Espanha

18/08/2017 - 10h21min. Alterada em 18/08 às 12h32min

Espanha realiza ato em homenagem a vítimas de ataque e Papa condena violência

Após o minuto de silêncio, os presentes aplaudiram e gritaram "Não temos medo"

Após o minuto de silêncio, os presentes aplaudiram e gritaram "Não temos medo"


JOSEP LAGO/AFP/JC
Milhares de pessoas, entre elas o rei da Espanha e o primeiro-ministro, fizeram ao meio-dia (hora local) um minuto de silêncio em homenagem às vítimas dos ataques extremistas de ontem (17) em Barcelona e Cambrils, na Catalunha. O rei Felipe VI e o premiê, Mariano Rajoy, além de outras autoridades estatais e regionais, ocuparam a primeira fila da concentração convocada na Plaza Cataluña, nas imediações de Las Ramblas. Após o minuto de silêncio, os presentes aplaudiram e gritaram "Não temos medo". No Vaticano, o Papa Francisco, por sua vez, enviou mensagem de condolência para as vítimas.
O pontífice condenou "a violência cega, que é uma ofensa gravíssima ao Criador", em mensagem ao arcebispo de Barcelona, cardeal Joan José Omella y Omella. Segundo ele, as vítimas "perderam a vida em uma ação tão desumana".
Na quinta-feira, uma van invadiu uma área de pedestres no centro de Barcelona e matou 13 pessoas, deixando mais de 100 feridos. Em Cambrils, a polícia matou cinco pessoas que levavam cinturões com falsas bombas e atropelaram um grupo de turistas e moradores com um carro. No total, seis pessoas, entre elas um policial, ficaram feridos nesta cidade.
O governo da Catalunha informou que há pelo menos um terrorista à solta", após os ataques. "Não sabemos se tem capacidade para causar danos", disse o presidente do governo catalão, Carles Puigdemont, em entrevista à emissora Onda Cero. Não estava ainda claro se esse foragido seria o motorista da van que atacou no centro de Barcelona.
As Ramblas foram reabertas nesta sexta-feira (18) pela manhã. A polícia permitiu que moradores e turistas cruzassem as barreiras policiais para voltar a suas casas e hotéis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 19/08/2017 08h51min
AINDA BEM QUE ATENTADOS DE PAÍSES DE PRIMEIRO MUNDO, AINDA NÃO NOS PERTENCEM !!!nnSerá que é melhor morar em P. Alegre apenas convivendo com roubos de celulares ocasionados por assaltantes apressados em ter o velho ou novo celular da sua vítima e trocar por drogas? nVer conflitos de motoristas de UBER contra os de TÁXIS por disputa de clientes de todas as classes sociais. nOuvir diariamente que o Estado e a Prefeitura estão quebrados. nQue o Grêmio está na Séria A, Copa do Brasil e LBA, e o Internacional apenas na Série B, e cada um no seu respectivo quadrado sem conflitos dentro de um campo de futebol. nAs Guerras com armas de fogo existem em nossa simpática Cidade, mas somente em explosão de caixas eletrônicos, entre gangues por domínio de um território maior para seus interesses comerciais.nLembro que em 2011, no Bairro Cidade Baixa, alguns ciclistas foram atropelados de forma desumana pelo o carro de um bancário apressado. nPara as estatísticas foi um caso isolado ainda mais aqui numa Cidade tão culta como P. Alegre. Mesmo assim eu não fugiria do Brasil para morar em num País de Primeiro Mundo como Espanha, França, Inglaterra, Irlanda, Alemanha, Itália, Suécia, etc., que volta e meia são aterrorizados com armas de fogo pesado e sobre rodas pelas ruas, entre outras formas de levar terror ao povo. nOs líderes mundiais destes ricos países ficam sempre blindados, fazendo jogo de palavras.nJá o povo e os turistas normalmente ficam ali na linha de tiro para o que der e vier diante das táticas ofensivas dos grupos terroristas.nIsto mesmo, os extremistas estão atropelando sem dó MUITAS pessoas inocentes por causa das suas desavenças religiosas, políticas e isto, está virando moda no PRIMEIRO MUNDO EUROPEU. nNão vai demorar muito para o jovem ditador Coreano também querer jogar de verdade vídeo game nuclear com o outro louco Americano, e o resto do mundo que se exploda. nBah Tchê, sou TRI feliz por saber que aqui no Brasil nós elegemos os nossos terroristas POLÍTICOS, e Graças a Deus eles não nos matam a bala, mas estão querendo detonar os nossos direitos trabalhistas e a previdência social. nQue pena que a metralhadora potente da Lava Jato, começou a perder verbas e potência para continuar arrumando a nossa casa. nQuem sabe antes que aconteça a 4ª Guerra Mundial, o Internacional consiga voltar para a série A, e todos possam ficar em Paz por este Mundo a fora. Amém. nnAbs. Dorian Bueno, Google+Plus, POA, 19.08.2017nn n nn
Dorian R. Bueno 18/08/2017 14h46min
AINDA BEM QUE ATENTADOS DE PAÍSES DE PRIMEIRO MUNDO, AINDA NÃO NOS PERTENCEM !!!nnSerá que é melhor morar em P. Alegre apenas convivendo com roubos de celulares ocasionados por assaltantes apressados em ter o velho ou novo celular da sua vítima e trocar por drogas? Ver conflitos de motoristas de UBER contra os de TÁXIS por disputa de clientes de todas as classes sociais. Ouvir diariamente que o Estado e a Prefeitura estão quebrados. Que o Grêmio está na Séria A, Copa do Brasil e LBA, e o Internacional apenas na Série B, e cada um no seu respectivo quadrado sem conflitos dentro de um campo de futebol. As Guerras com armas de fogo existem em nossa simpática Cidade, mas somente em explosão de caixas eletrônicos, entre gangues por domínio de um território maior para seus interesses comerciais. Lembro que em 2011, no Bairro Cidade Baixa, alguns ciclistas foram atropelados de forma desumana pelo o carro de um bancário apressado. Para as estatísticas foi um caso isolado ainda mais aqui numa Cidade tão culta como P. Alegre. Mesmo assim eu não fugiria do Brasil para morar em num País de Primeiro Mundo como Espanha, França, Inglaterra, Irlanda, Alemanha, Itália, Suécia, etc., que volta e meia são aterrorizados com armas de fogo pesado e sobre rodas pelas ruas, entre outras formas de levar terror ao povo. Os líderes mundiais destes ricos países ficam sempre blindados, fazendo jogo de palavras. Já o povo e os turistas normalmente ficam ali na linha de tiro para o que der e vier diante das táticas ofensivas dos grupos terroristas. Isto mesmo, os terroristas estão atropelando sem dó MUITAS pessoas inocentes por causa das suas desavenças religiosas, políticas e isto, está virando moda no PRIMEIRO MUNDO EUROPEU. Não vai demorar muito para o jovem ditador Coreano também querer jogar de verdade vídeo game nuclear com o outro louco Americano, e o resto do mundo que se exploda. Bah Tchê, sou TRI feliz por saber que aqui no Brasil nós elegemos os nossos terroristas POLÍTICOS, e Graças a Deus eles não nos matam a bala, mas estão querendo detonar os nossos direitos trabalhistas, a previdência. Que pena que a Lava Jato começou a perder verbas e potência para continuar arrumando a nossa casa. Quem sabe antes que aconteça a 4ª Guerra Mundial, o Internacional consiga voltar para a série A, e todos possam ficar em Paz por este Mundo a fora. Amém. Abs. Dorian Bueno, Google+Plus, POA, 18.08.2017nnnn