Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de agosto de 2017. Atualizado às 17h44.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

terrorismo

Alterada em 17/08 às 17h45min

Homem diz à polícia catalã que teve documentos roubados por suspeito de ataque

O jornal espanhol La Vanguardia informou que um homem se apresentou no início da noite à polícia catalã, identificando-se como Driss Oukabir Soprano, nome apontado pelas autoridades durante a tarde como um dos suspeitos do ataque terrorista na tarde de hoje em Barcelona. Segundo ele, seus documentos de identidade foram roubados e, ao ver sua foto nos meios de comunicação, decidiu apresentar-se às autoridades da cidade onde mora, Ripoll. A polícia ainda não confirmou a informação oficialmente.
As autoridades averiguam porque Soprano não teria denunciado o roubo de sua identidade anteriormente e há suspeitas de que seu irmão mais novo poderia ter furtado o documento e estar envolvido no ataque, segundo o jornal. Soprano é de nacionalidade francesa, mas vive na Espanha.
O atentado de Barcelona deixou até agora 12 mortos e mais de 80 feridos, depois que uma van atropelou uma multidão no centro da cidade, perto de Las Ramblas, área turística. Dois suspeitos estão presos - um deles seria Soprano - e outro foi baleado e acabou morto pela polícia. As buscas por mais pessoas envolvidas com o ataque continuam, de acordo com as autoridades.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia