Porto Alegre, quarta-feira, 16 de agosto de 2017. Atualizado às 16h53.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Inundações deixam mais de 400 mortos em Serra Leoa

Cerca de 400 corpos foram encontrados após os deslizamentos de terra em meio às fortes chuvas na capital de Serra Leoa, Freetown, segundo balanço local desta terça-feira (15). A Cruz Vermelha estima que 600 pessoas estejam desaparecidas e ao menos 3.000 desabrigadas após um dos piores desastres naturais da história recente na África. O presidente Ernest Bai Koroma pediu ajuda internacional para o país do oeste da África. O Ministério das Relações Exteriores de Israel informou que enviou alimentos para 10 mil refeições e planeja enviar ajuda médica. Os corpos continuam a chegar ao necrotério central de Freetown, mas ficam no chão ou do lado de fora por falta de estrutura. Centenas de sacos mortuários que sobraram da epidemia do ebola estão sendo distribuídos pela organização Médicos Sem Fronteiras para as autoridades. Mais de 4.000 pessoas morreram durante o surto no país, entre 2014 e 2016.
 

FOTO SAIDU BAH /AFP/JC