Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de agosto de 2017. Atualizado às 16h39.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Tênis

Alterada em 21/08 às 16h40min

Após três anos, Rafael Nadal reassume liderança do ranking da ATP

Nadal supera o britânico Andy Murray e inicia sua 142ª semana como melhor do mundo

Nadal supera o britânico Andy Murray e inicia sua 142ª semana como melhor do mundo


BEN STANSALL/AFP/ARQUIVO/JC
Rafael Nadal é novamente o tenista número 1 do mundo. Nesta segunda-feira (21), a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) atualizou o seu ranking e confirmou o espanhol como novo líder da sua lista, condição que ele não ocupava há mais de três anos, desde junho de 2014.
E Nadal nem precisou ter uma semana brilhante para voltar a liderar o ranking. O espanhol parou nas quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, o que lhe rendeu 180 pontos e acabou sendo suficiente para ultrapassar o britânico Andy Murray, que não jogou o evento norte-americano.
Esta semana é a 142.ª de Rafael Nadal na liderança do ranking, condição que o espanhol tentará ampliar no US Open, quando a ponta da lista poderá voltar a mudar de mãos. O espanhol, hoje com 7.645 pontos, é ameaçado pelo próprio Andy Murray, o segundo colocado, com 7.150, e pelo suíço Roger Federer, na terceira posição, com 7.145.
O trio é seguido pelo suíço Stan Wawrinka e pelo sérvio Novak Djokovic, que não atuam mais nesta temporada por causa de lesões e foram finalistas do US Open em 2016. O alemão Alexander Zverev perdeu logo na segunda rodada em Cincinnati, mas ainda assim ascendeu para o sexto lugar no ranking, pois o croata Marin Cilic descartou os pontos do título em Ohio na última temporada, onde não jogou na semana passada.
O austríaco Dominic Thiem continua em oitavo lugar, enquanto que o búlgaro Grigor Dimitrov ganhou duas posições e agora está na nona colocação depois de ser campeão do Masters 1000 de Cincinnati. E o Top 10 é completado pelo japonês Kei Nishikori, que acabou sendo ultrapassado pelo tenista da Bulgária.
Vice-campeão em Cincinnati, onde foi o algoz de Rafael Nadal nas quartas de final, o australiano Nick Kyrgios voltou a figurar no Top 20 do ranking ao ascender para a 18.ª colocação. Já os dois brasileiros do Top 100 perderam duas posições nesta atualização da lista. Assim, Rogério Dutra Silva agora é o número 68 do mundo, enquanto que Thomaz Bellucci está na 76.ª colocação.
Confira o ranking da ATP:
1.º - Rafael Nadal (ESP) - 7.645 pontos
2.º - Andy Murray (GBR) - 7.150
3.º - Roger Federer (SUI) - 7.145
4.º - Stan Wawrinka (SUI) - 5.690
5.º - Novak Djokovic (SER) - 5.325
6.º - Alexander Zverev (ALE) - 4.470
7.º - Marin Cilic (CRO) - 4.155
8.º - Dominic Thiem (AUT) - 4.030
9.º - Grigor Dimitrov (BUL) - 3.710
10.º - Kei Nishikori (JAP) - 3.195
68.º - Rogério Dutra Silva (BRA) - 723
76.º - Thomaz Bellucci (BRA) - 682
114.º - Thiago Monteiro (BRA) - 491
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia