Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 20 de agosto de 2017. Atualizado às 19h39.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

20/08/2017 - 19h06min. Alterada em 20/08 às 19h43min

Ameaçados, Avaí e São Paulo empatam com gols de pênalti

Os dois gols da partida pela 21ª rodada saíram no segundo tempo

Os dois gols da partida pela 21ª rodada saíram no segundo tempo


Rubens Chiri/saopaulofc.net/Divulgação/JC
Avaí e São Paulo empataram por 1 a 1, na tarde deste domingo (20), na Ressacada, em Florianópolis, resultado ruim para dois times que lutam contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Os dois gols da partida pela 21ª rodada saíram no segundo tempo, ambos de pênalti: Júnior Dutra abriu o placar para o Avaí e Hernanes empatou para a equipe paulista.
O ponto somado leva o São Paulo para 23 pontos. Com um ponto a menos, o Avaí está em penúltimo lugar, à frente apenas do Atlético-GO, dentro da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, os times encaram clássicos estaduais. O Avaí recebe a Chapecoense, domingo, às 19h, na Ressacada. No mesmo dia, o São Paulo vai ao Allianz Parque enfrentar o Palmeiras, às 16h.
O primeiro tempo foi fraco. Muita marcação, poucas chances de gols e cada bola disputada com intensidade. Sobrou disposição, faltou técnica. A baixa pontuação de ambos os times no início do returno e a zona do rebaixamento atraindo como um imã pesou. Avaí e São Paulo pareciam muito mais preocupados em não levar o gol do que propriamente em sair em vantagem.
Ainda assim, o visitante São Paulo teve mais a posse de bola. Permaneceu com a ela, mas não soube ser perigoso ou agressivo. Assustou em apenas duas oportunidades, ambas em jogadas aéreas. Aos 18 minutos, após cruzamento de Marcos Guilherme, Gilberto cabeceou e Douglas espalmou. No último lance do primeiro tempo, Cueva cobrou falta e Rodrigo Caio cabeceou à direita do gol.
O segundo tempo começou com o Avaí mais acelerado e ofensivo, partindo em busca da vitória dentro do seu estádio. Mas foi do time paulista a melhor chance até então. Aos 11 minutos, Edimar cruzou da esquerda, Hernanes cabeceou para o chão e obrigou Douglas a praticar grande defesa.
Melhor em campo, o clube catarinense abriu o placar aos 24 minutos. Capa cruzou da esquerda e, antes da conclusão de Willians, Edimar derrubou o atacante do Avaí. O árbitro Leandro Vuaden anotou o pênalti. Na cobrança, Júnior Dutra marcou seu quinto gol na competição.
Quatro minutos depois Júnior Dutra perdeu ótima chance de ampliar o placar. O goleiro Sidão errou na saída de bola, o atacante avançou até a entrada da área e chutou com perigo à esquerda do gol. Em desvantagem e, àquela altura, na zona do rebaixamento, o São Paulo saiu desesperado ao ataque. Na pressão, conseguiu um pênalti após Pedro Castro colocar a mão na bola involuntariamente. Hernanes cobrou no canto direito de Douglas, que chegou a tocar na bola, mas insuficiente para fazer a defesa.
Avaí 1 x 1 São Paulo
Douglas Friedrich; Leandro Silva, Fagner Alemão, Airton e Capa; Luan (Luan Pereira), Judson, Pedro Castro e Juan (Diego Tavares); Júnior Dutra e Joel (Willians). Técnico: Claudinei Oliveira.
Sidão; Buffarini, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Jucilei (Jonatan Gomez), Petros e Hernanes; Marcos Guilherme, Gilberto (Denilson) e Cueva (Lucas Fernandes). Técnico: Dorival Júnior.
Árbitro:  Leandro Pedro Vuaden (RS).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia