Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 05 de agosto de 2017. Atualizado às 21h00.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

05/08/2017 - 20h37min. Alterada em 05/08 às 21h01min

Juventude quebra jejum de vitórias, bate o Santa Cruz e volta ao G4

Os dois gols do time gaúcho foram marcados por Tiago Marques, com dez no campeonato

Os dois gols do time gaúcho foram marcados por Tiago Marques, com dez no campeonato


Arthur Dallegrave/ECJuventude/Divulgação/JC
O Juventude quebrou o jejum de seis jogos sem vitória ao bater o Santa Cruz por 2 a 1, neste sábado (5), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os dois gols do time gaúcho foram anotados pelo atacante Tiago Marques, agora com dez na competição.
O resultado deixou o Juventude na quarta posição, com 31 pontos, mesma pontuação do Ceará, o terceiro por ter uma vitória a mais: 9 a 8. O Santa Cruz sofreu sua terceira derrota consecutiva, continua com 23 pontos e "namorando" a zona de rebaixamento, em 16.º lugar. Para piorar, os jogadores estão com dois meses de salários atrasados.
O primeiro tempo foi bastante equilibrado. O Juventude tentou impor mais velocidade e explorar as laterais do campo, mas encontrou o Santa Cruz bem protegido por seu meio-campo, mas sem nenhuma força ofensiva, nem mesmo no contra-ataque. Mesmo assim, o time gaúcho conseguiu duas finalizações certas, ambas com o atacante Tiago Marques.
A primeira aos 29 minutos, quando Leilson fez bela jogada pelo lado direito, foi até a linha de fundo e rolou para trás. Marques bateu de primeira e Jacsson fez grande defesa. Dez minutos depois, a bola sobrou de novo, para Tiago Marques que chutou forte e Jacsson rebateu como se fosse uma manchete de vôlei com os dois braços na sua frente.
Na volta do intervalo, o Juventude voltou com Felipe Lima no lugar de Ramon. E o time começou na base da pressão diante de um adversário muito recuado. O primeiro gol saiu de pênalti, aos 19 minutos. Tiago Costa, mesmo caído, derrubou Juninho dentro da área. Na cobrança, Tiago Marques deslocou o goleiro.
O gol animou o Juventude, que ampliou aos 26 minutos. Tiago Marques invadiu a grande área, cortou o marcador e chutou no canto direito do goleiro. Foi o décimo gol dele na competição, só atrás na lista de artilheiros de Jonatas Belusso, que acaba de deixar o Londrina para jogar na Arábia Saudita.
Na base do tudo ou nada, o técnico Givanildo Oliveira colocou atacantes em campo com as entradas de Halef Pitbull, William Barbio e Júlio Sheik. E diminuiu aos 35 minutos. Após chute de Ricardo Bueno na trave, a bola sobrou do outro lado para o chute de primeira de Júlio Sheik. Os últimos minutos foram de pressão pernambucana, mas o Juventude se aguentou bem na marcação.
Os dois times vão participar da abertura do returno, na próxima terça-feira. O Juventude vai até Lucas do Rio Verde para enfrentar o Luverdense, a partir das 21h30. O Santa Cruz receberá o Criciúma, no Recife, às 19h15, pela 20.ª rodada.
Juventude 2 x 1 Santa Cruz
Oliveira; Tinga, Domingues, Micael e Maurício; Fahel, Diego Felipe (Vacaria), Leílson e Juninho (Vidal); Ramon (Felipe Lima) e Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.
Jacsson; Nininho, Anderson Salles, Jaime e Tiago Costa; Wellington Cézar, João Ananias e Thiago Primão (Halef Pitbull); Bruno Paulo (Júlio Sheik), Ricardo Bueno e André Luis (William Barbio). Técnico: Givanildo Oliveira.
Árbitro: Salim Fende Chavez (SP).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia