Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 28 de agosto de 2017. Atualizado às 23h18.

Jornal do Comércio

Expointer 2017

COMENTAR | CORRIGIR

Genética

Notícia da edição impressa de 29/08/2017. Alterada em 28/08 às 23h21min

Guzolando alia resistência e produção

Raça produz, em média, 25 quilos de leite ao dia, com alto teor de gordura

Raça produz, em média, 25 quilos de leite ao dia, com alto teor de gordura


JONATHAN HECKLER/ JONATHAN HECKLER/JC
Ana Esteves
Pela primeira vez presente em Esteio, a raça leiteria Guzolando se diferencia pela alta resistência a campo, resultando em boa produtividade e redução dos custos com sanidade e alimentação. Oriunda do cruzamento das raças Holandesa e Guzerá, as vacas produzem, em média, 25 quilos de leite ao dia, com alto teor de sólidos totais e gordura, podendo chegar a 40 quilos se criadas confinadas, com manejo intensivo.
Os exemplares trazidos para a Expointer vieram da fazenda Canoas, que fica no município de Curvelo, em Minas Gerais. "Trouxemos dois exemplares da raça com o objetivo de apresentá-los aos produtores gaúchos, para que eles conheçam o diferencial que o sangue Guzerá - considerada a raça mais rústica do mundo - dá para a raça holandesa quando cruzado, com características como melhor adaptabilidade climática, maior precocidade e fertilidade", afirma o pecuarista Antônio Pitangui de Salvo, proprietário da fazenda.
Salvo explica que a raça não é nova e que os cruzamentos na fazenda Canoas são realizados desde a década de 1960. No entanto os primeiros registros da Guzolando na Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ) ocorreram em 2009. "Trabalhamos com a técnica da fertilização in vitro, realizada com sêmen Holandês em vacas Guzerá", diz Salvo.
Os animais da raça Guzolando apresentam porte médio, são mais dóceis do que as zebuínas e têm pelagens variadas que resultam das combinações das duas raças. Segundo o pecuarista, em 2017, sua propriedade comercializou 160 animais para propriedades em Minas Gerais e São Paulo. A propriedade, que tem tradição na raça Guzerá, participa da Expointer há seis anos. Neste ano, trouxe para Esteio 12 exemplares da raça.
A baixa exigência alimentar está entre as vantagens da raça. "Essas vacas comem qualquer tipo de pasto, até folhas secas, mas também respondem bem com suplementação", conta o tratador dos animais Leonardo Antônio de Araújo. Além disso, Araújo destaca que as vacas Guzolando são muito resistentes ao berne e ao carrapato, proporcionando redução dos gastos com inseticidas e uma produção mais sustentável. "O criador vai gastar menos e terá uma matéria-prima de maior qualidade, com menos resíduos químicos no leite", explica. Resultando em vacas mais longevas, o cruzamento confere maior número de terneiros e de lactações, ao longo de sua vida produtiva, reduzindo a taxa de reposição do rebanho. "Os animais produzem por 10 anos ou mais, com aumento progressivo da produtividade desde a primeira lactação", disse Araújo.
O presidente da Associação dos Criadores Gaúchos de Zebu (ACGZ), Fábio Bittencourt, destaca que a raça holandesa tem alta aptidão leiteira, mas que é mais exigente e mais sensível. "Aliá-la a uma raça zebuína rústica como a Guzerá só poderia resultar em animais excelentes para produção de leite", relata.
Segundo Bittencourt, zebuínos como o Guzerá e o Gir têm boa adaptabilidade climática, respondendo bem a oscilações de temperatura. "São animais oriundos da Índia que vão bem em temperaturas elevadas, mas que também se adaptam ao frio gaúcho, à geada e à falta de pasto, economizando muito em alimento", completa Bittencourt.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia