Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 30 de agosto de 2017. Atualizado às 19h38.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

funcionalismo

30/08/2017 - 19h26min. Alterada em 30/08 às 19h38min

Governo gaúcho paga parcela de R$ 350 para servidores nesta quinta

Estado pretende integralizar os salários para os servidores até dia 13 de setembro

Estado pretende integralizar os salários para os servidores até dia 13 de setembro


Leandro Osório/ Especial Palácio Piratini/Divulgação/JC
Confirmando um novo parcelamento no salário de seus servidores, o governo do Estado do Rio Grande do Sul anunciou, nesta quarta-feira (30), que começa a pagar os salários de agosto dos servidores do Poder Executivo a partir desta quinta, depositando R$ 350,00 na rede bancária pela manhã. Esse é o valor mais baixo pago desde o início do governo do José Ivo Sartori, que já vem parcelando os salários do funcionalismo há cerca de 20 meses.
Conforme a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-RS), a previsão é integralizar os salários para os 344 mil servidores entre ativos, inativos e pensionistas até o próximo dia 13 de setembro.
A Sefaz conseguiu pagar apenas as duas primeiras parcelas da folha que fechou o mês em R$ 1,143 bilhão. Os servidores vinculados às fundações receberão os pagamentos integrais no próxima segunda-feira (4). A folha dos 5,2 mil celetistas representa R$ 25 milhões.
Pelo segundo mês consecutivo, o Estado não pagará o serviço mensal da dívida com a União. A parcela de agosto é de R$ 148 milhões e venceria também nesta quinta-feira (31). Em julho, o valor que deixou ser pago foi de R$ 142 milhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia