Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 31 de agosto de 2017. Atualizado às 00h13.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Crédito

Notícia da edição impressa de 31/08/2017. Alterada em 30/08 às 22h23min

Banrisul recebe certificado de padrão de segurança

Krug (2º à direita) destacou os investimentos feitos pelo banco

Krug (2º à direita) destacou os investimentos feitos pelo banco


BANRISUL/BANRISUL/DIVULGAÇÃO/JC
O Banrisul recebeu ontem o certificado PCI DSS (Padrão de Segurança de Dados para a Indústria de Cartões de Pagamento, na sigla original), normativa criada pelas bandeiras Visa e Master, que prevê a proteção da privacidade e da confidencialidade de dados de cartões de pagamento. O selo estabelece a adoção de parâmetros de procedimentos para amplificar a segurança na transmissão dos dados de cartão de crédito, além de avaliar toda a estrutura da empresa, incluindo processos e acesso a ambientes restritos, sobre possíveis vulnerabilidades na operação.
Participaram da cerimônia de entrega do certificado o vice-presidente do Banrisul, Irany de Oliveira Sant'Anna Junior; o diretor do Banrisul Cartões, Carlos Malafaia; o diretor comercial de Varejo e Distribuição do Banrisul, Osmar Paulo Vieceli; o diretor de Tecnolgia da instituição, Jorge Krug; o superintendente da unidade de segurança em TI do banco, Marcelo Frolich; e o gerente da Cipher, Paulo Poi.
Krug lembrou que, "no Banrisul, os investimentos em segurança e PCI vem de longa data, já que somos a primeira empresa da América Latina a fazer parte do Conselho Diretivo do PCI, tendo contribuído para a construção da própria norma".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia