Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 25 de agosto de 2017. Atualizado às 19h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 25/08 às 19h35min

Dólar amplia perdas e euro bate máximas com simpósio de Jackson Hole

O dólar recuou em relação aos seus pares nesta sexta-feira (25), conforme o euro disparou rumo ao maior nível ante a moeda americana desde 2015. O mercado de câmbio foi o mais afetado pelo simpósio de Jackson Hole nesta sexta-feira, após líderes de autoridades monetárias evitarem tecer previsões sobre os juros.
Ao final da tarde em Nova Iorque, o dólar caía a 109,23 ienes, de 109,52 ienes na tarde de ontem. Já o euro disparou a US$ 1,1928, de US$ 1,1801.
Os investidores passaram a semana esperando pelos discursos da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Janet Yellen, e do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, sob a expectativa de que eles dessem alguma pista sobre mudanças na política monetária.
As expectativas, no entanto, foram frustradas, já que nenhum dos dois sequer tocou no assunto. Assim, as apostas de mais uma alta nos juros dos EUA ainda neste ano esfriaram, o que pressiona o dólar, pois o torna menos interessante para investidores que buscam lucros por meio de juros.
As perdas do dólar se intensificaram após o discurso de Draghi, que reconheceu que a recuperação da zona do euro está aumentando. Expectativas de que o BCE anuncie uma redução no seu programa de compra de ativos já levou o euro a subir quase 15% ante o dólar neste ano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia