Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de agosto de 2017. Atualizado às 18h52.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

contas públicas

24/08/2017 - 18h08min. Alterada em 24/08 às 18h56min

Sem quórum, Eunício adia sessão para votar vetos da LDO

Eunício adiou a sessão para que a votação da reforma política não seja prejudicada

Eunício adiou a sessão para que a votação da reforma política não seja prejudicada


Jefferson Rudy/Agência Senado/JC
Sem quórum suficiente para colocar em votação os vetos presidenciais à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), adiou nesta quinta-feira (24), a sessão pela terceira vez. Agora, a sessão foi remarcada para as 11h da próxima terça-feira, dia 29.
Eunício chegou a abrir a sessão de hoje, mas, embora o painel indicasse a presença de 133 deputados e 19 senadores, não havia nem sequer um senador além do próprio presidente do Senado no plenário.
O peemedebista disse que fez um acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para que a sessão do Congresso não atrapalhasse a votação da reforma política. Por isso, a adiou por tantas vezes. "Farei de tudo para não atrapalhar a reforma política", disse.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia