Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de agosto de 2017. Atualizado às 01h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

O Futuro da Terra

Notícia da edição impressa de 24/08/2017. Alterada em 23/08 às 21h05min

Programa valoriza e estimula a conservação do pampa

Marcelo Fett Pinto coordena Alianza del Pastizal

Marcelo Fett Pinto coordena Alianza del Pastizal


MIGUEL PARRILLA/DIVULGAÇÃO/JC
A Alianza del Pastizal é uma iniciativa liderada pela BirdLife International, organização ambiental que tem como objetivo a conservação e a proteção da biodiversidade de aves e seus habitats, e que congrega quatro países do Cone Sul - Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. A partir de estudos feitos pela BirdLife foram constatados que as áreas de campo nativo do bioma pampa estavam desaparecendo e sendo substituídas por outras atividades.
O Pampa nacional é uma área restrita ao estado do Rio Grande do Sul, ocupando 63% do território estadual e 2,07% do brasileiro. As paisagens naturais encontradas nessa região são um grande patrimônio da biodiversidade, apresentando serras a planícies, de morros rupestres a coxilhas, mas caracterizado pelo predomínio dos campos nativos, incluindo flora e fauna próprias.
Percebendo a necessidade de gerar a conservação desses campos, a Alianza del Pastizal criou um programa para o produtor rural que já fazia a conservação. De acordo com o coordenador da Alianza del Pastizal, Marcelo Fett Pinto, "o produtor é visto como vilão, mas ele não produz apenas carne, ele também gera lã e outros bens e precisa conservar os remanescentes de água nas nascentes, enfim, preservar o ecossistema", afirma o executivo.
Atualmente, fazem parte do programa 140 propriedades em 15 municípios gaúchos. Neste contexto, a BirdLife divulga as ações de conservação do bioma pampa e o produtor rural é valorizado por produzir comprometido com a sustentabilidade. Para ser membro o proprietário deve manter 50% da área como campo nativo e, então, ele passa a receber a certificação de credenciamento de propriedades rurais.
O trabalho abrange, ainda, a preservação da fauna. O bioma nativo conservado passa a ser um refúgio para pássaros que dependem do campo para sobreviver. "Ou seja, a manutenção da biodiversidade nos campos nativos depende muito da pecuária, e isso é uma feliz coincidência, porque a pastagem é o que mantém o equilíbrio do campo", afirma o coordenador da Alianza del Pastizal.
Homenageados em 2017
PRÊMIO ESPECIAL
Luiz Carlos Federizzi - Ufrgs
CADEIAS DE PRODUÇÃO E ALTERNATIVAS AGROPECUÁRIAS
Aproccima
Geovano Parcianello - Irga
Jorge Tonietto - Embrapa
INOVAÇÃO, TECNOLOGIA RURAL E EMPREENDEDORISMO
Julio Otavio Jardim Barcellos - Ufrgs
SIA - Serviço de Inteligência em Agronegócio
Homero Bergamaschi - Ufrgs
Maria do Carmo Bassols Raseira - Embrapa
Antonio Folgiarini de Rosso - Irga
PRESERVAÇÃO AMBIENTAL
Cimélio Bayer - Ufrgs
Alianza del Pastizal - BirdLife International
Flávia Fontana Fernandes - UFPel
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia