Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de agosto de 2017. Atualizado às 08h02.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 22/08 às 08h06min

À espera de simpósio do Fed, bolsas asiáticas fecham sem direção única

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam mistas nesta terça-feira (22), em meio à expectativa para uma conferência do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) que pode trazer indícios sobre o futuro da política monetária.
Na quinta-feira, o BC americano inicia seu simpósio anual em Jackson Hole (Wyoming) e, no dia seguinte, estão previstos discursos dos presidentes do Fed, Janet Yellen, e do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi. Investidores ficarão atentos a eventuais sinais sobre como o Fed e o BCE poderão se comportar nos próximos meses.
O Fed já elevou juros em duas ocasiões em 2017 e revelou a intenção de começar a desfazer seu gigantesco balanço patrimonial antes do fim do ano. Quanto a Draghi, especula-se sobre a possibilidade de o chefe do BCE fazer alguma menção a planos de, mais adiante, reverter o programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês) pelo qual a instituição comprará 60 bilhões de euros em ativos mensalmente até pelo menos dezembro. Há relatos, porém, de que Draghi não falará a respeito em seu pronunciamento.
Na China, o índice Xangai Composto teve leve alta de 0,10% hoje, a 3.290,23 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,42%, a 1.908,32 pontos.
No mercado japonês, o Nikkei acumulou perdas pelo quinto pregão consecutivo, ao registrar baixa marginal de 0,05%, a 19.383,84 pontos.
Em Seul, o sul-coreano Kospi subiu 0,44%, a 2.365,33 pontos, revertendo perdas de ontem, quando EUA e Coreia do Sul iniciaram exercícios militares anuais que se estenderão até o dia 31, apenas semanas depois da acalorada troca de ameaças entre Washington e o regime da Coreia do Norte.
Em outras partes da Ásia, o Hang Seng avançou 0,91% em Hong Kong, a 27.401,67 pontos, enquanto o Taiex subiu 0,64% em Taiwan, a 10.392,07 pontos, e o filipino PSEi ficou estável em Manila, a 8.015,93 pontos, após retomar negócios na esteira de um feriado nacional.
Na Oceania, a bolsa australiana recuperou-se, após três sessões negativas, graças ao bom desempenho de ações de grandes bancos locais e de mineradoras. O S&P/ASX 200 avançou 0,42% em Sydney, a 5.750,10 pontos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia