Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de agosto de 2017. Atualizado às 15h59.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Alterada em 18/08 às 16h02min

Ministro da Agricultura nega prática de dumping na carne de frango brasileira

Blairo Maggi demonstrou serenidade diante das investigações

Blairo Maggi demonstrou serenidade diante das investigações


EVARISTO SA/AFP/Arquivo/JC
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, demonstrou tranquilidade diante da notícia que o governo da China abriu investigações sobre a prática de dumping na carne de frango brasileira. "Sabemos que não há essa situação", comentou ele ao jornal O Estado de S. Paulo. A interlocução com o governo chinês será liderada pelo Ministério das Relações Exteriores e pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), segundo informou. O Ministério da Agricultura acompanhará de perto as negociações.
Questionada, a embaixada da China no Brasil ressaltou a importância da parceria comercial entre os dois países. "A parte chinesa realizará, conforme as regras da OMC e legislações chinesas, investigações justas sobre a importação de carne de frango do Brasil", informou em nota. "A parte chinesa está disposta a manter contato com a parte brasileira, para os dois lados acomodarem as preocupações entre si e salvaguardarem o desenvolvimento saudável das relações comerciais bilaterais."
Na madrugada desta sexta-feira (18), o governo brasileiro recebeu um questionamento da China sobre suposta prática de dumping na exportação de carne de frango ao país. Segundo o presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, o Brasil tem 20 dias para responder ao questionamento e mostrar que não exporta produto a preço inferior ao praticado no mercado interno. Após receber a resposta, os chineses podem ou não recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC).
O dumping é uma prática desleal de comércio que consiste em exportar produtos abaixo de seu custo de produção, causando danos à produção do país importador. Quando essa situação é comprovada, o país importador pode impor uma taxação adicional de forma a compensar esse dano.
De acordo com dados do MDIC, a China importou diretamente R$ 860 milhões em carne de frango no ano passado, um aumento de 41,43% sobre 2015. A China é o principal mercado para esse produto brasileiro.
Com reportagem da Agência Estado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia