Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 14 de agosto de 2017. Atualizado às 19h12.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

funcionalismo

Alterada em 14/08 às 19h13min

Estado do Rio Grande do Sul quita folha de julho nesta terça

Foram necessários R$ 332,7 milhões para concluir o pagamento da folha

Foram necessários R$ 332,7 milhões para concluir o pagamento da folha


Leandro Osório/ Especial Palácio Piratini/Divulgação/JC
O governo do Estado quita, nesta terça-feira (15), os salários de julho dos servidores do Poder Executivo. O crédito estará disponível na conta dos funcionários nas primeiras horas do dia. Para finalizar os pagamentos, o Estado utilizou verbas provenientes do ingresso da receita de ICMS dos setores do comércio e da indústria. Foram necessários R$ 332,7 milhões para concluir o pagamento da folha e quitar os salários de quem recebe acima de R$ 3,6 mil.
Na última sexta-feira (11), com o depósito da penúltima faixa de R$ 1.000,00, a Fazenda já havia integralizado os vencimentos para 70% dos 344 mil servidores entre ativos, inativos e pensionistas.
O total líquido dos salários de julho fechou em R$ 1,170 bilhão. Parte integrante da folha, as consignações e os tributos devem ser pagos até o próximo dia 22, representando outros R$ 195 milhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia