Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de agosto de 2017. Atualizado às 23h48.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 09/08/2017. Alterada em 08/08 às 20h48min

Fiscalização de carne de outros estados é ampliada

Equipes da Receita Estadual e da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapa) iniciam hoje uma operação conjunta com o objetivo de intensificar a fiscalização na entrada de carne bovina no Rio Grande do Sul. O ingresso do produto vindo de outros estados cresceu perto de 400% desde o início do ano, alcançando agora uma média equivalente a 60 mil cabeças de gado/mês depois dos recentes acontecimentos que afetaram o setor de carnes no País.
A força-tarefa deve se estender ao longo dos próximos dias junto aos postos de fronteira da Receita Estadual. Além de reforçar a fiscalização sobre o trânsito de mercadoria para análise de possíveis irregularidades tributárias, em paralelo técnicos da Secretaria de Agricultura irá averiguar a ocorrência de irregularidades sanitárias.
Segundo o subsecretário da Receita Estadual, Mario Luis Wunderlich dos Santos, a ação é fundamental para manter uma concorrência justa no mercado. As restrições às exportações da carne brasileira geraram excesso de oferta no mercado interno e uma consequente mudança no comportamento das empresas e nas suas políticas de preços.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia