Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 07 de agosto de 2017. Atualizado às 16h55.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria

Alterada em 07/08 às 16h55min

Consumo aparente da indústria cresceu 1,1% em junho ante maio, diz Ipea

O consumo de bens industriais avançou no País em junho, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea de Consumo Aparente (CA) da Indústria - calculado pela produção industrial doméstica mais as importações, excluídas as exportações - cresceu 1,1% em relação a maio.
Entre as grandes categorias econômicas, o setor bens de capital registrou aumento de 4,1%, enquanto a categoria de bens intermediários aumentou em 0,7%. Já os bens de consumo duráveis tiveram recuo de 7,8% em junho ante maio, devolvendo parte do forte crescimento de 10,2% registrado no mês anterior.
O indicador encolheu 3,5% em relação a junho de 2016. As perdas foram generalizadas, com exceção do setor de bens de consumo duráveis, que tiveram alta de 0,8% ante junho do ano passado.
No segundo trimestre de 2017, o consumo de bens industriais aumentou 0,4% em relação aos primeiros três meses do ano. Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, entretanto, houve redução de 1,9%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia