Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de agosto de 2017. Atualizado às 22h45.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 04/08/2017. Alterada em 03/08 às 21h27min

JBS contrata americano para chefiar segurança alimentar

A empresa de alimentos JBS contratou Alfred Almanza como diretor global de segurança alimentar e garantia de qualidade do grupo, informou a companhia na manhã desta quinta-feira. Almanza se reportará diretamente ao presidente global de operações, Gilberto Tomazoni, e será responsável por expandir o acesso aos mercados globais de exportação, garantindo o cumprimento dos "mais altos padrões de segurança e controle de qualidade". Antes de se juntar à JBS, Almanza atuou por quase 40 anos no Departamento de Agricultura, Segurança Alimentar e Serviço de Inspeção dos Estados Unidos (Usda/FSIS).
A contratação do executivo ocorre no momento em que a empresa tenta recuperar sua imagem tanto no mercado interno quanto no externo após a Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal e que levou à prisão de executivos de diversos frigoríficos. O objetivo da operação era de desarticular uma suposta organização criminosa liderada por fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, que, com o pagamento de propina, facilitavam a produção de produtos adulterados, emitindo certificados sanitários sem fiscalização.
Houve reflexo para várias empresas do setor, especialmente para a JBS, que está entre os principais exportadores mundiais. Países como os Estados Unidos resolveram suspender a compra de carne in natura do Brasil e a notícia repercutiu em diversos jornais do mundo.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia