Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 31 de agosto de 2017. Atualizado às 00h17.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 31/08/2017. Alterada em 30/08 às 19h32min

Produção de leite

Os produtores de leite estão reclamando tudo o que podem dos governos estadual e federal pela crise no setor. Mas ninguém cita a Operação Leite Compensado. Eu mesmo, que consumo bastante leite, via, no final do dia, muitos litros azedarem. Depois da Operação Leite Compensado, que desbaratou adulteração grotesca do produto, não aconteceu mais. Culpa dos governos? (Maria do Carmo Selbach, Canoas/RS)
Reforma da Previdência
Já sou aposentada há 10 anos e 7 meses, continuo a trabalhar e contribuir para a Previdência com o teto máximo, pois minha aposentadoria não paga nem meu convênio médico. Meu maior medo é que a reforma da Previdência caia nas mãos do presidente Michel Temer (PMDB) e dos senadores, que, no final, acabam aprovando só o que é bom para a classe deles. (Teresinha Simines)
Finaciamento de campanha
Se este fundo para financiar as campanhas eleitorais for mesmo aprovado, o Brasil jamais se equilibrará. Os parlamentares estarão dando maior importância aos partidos do que ao povo. Mais importância à eleição do que ao serviço público. Se destinarem "qualquer valor" do dinheiro público para campanha, antes de direcionarem para saúde, educação e segurança, devemos "votar" um novo regime de governo. (Rui Leopoldo Saueressig, Santa Rosa/RS)
Defesa das mulheres
Sobre a matéria Após tragédia, ativista Barbara Penna quer ajudar outras mulheres (Jornal do Comércio, edição de 27/07/2017), é muito bom saber que têm pessoas que ainda pensam no próximo. Muito comovente a história dessa guerreira. Minha vida também foi destruída por causa de um amor doentio, um agressor fantasiado de príncipe, que acabou com meus sonhos. (Benilsa Eugenio Bricio)
Senado
Novamente, o Senado dá mau exemplo ao País. Numa época em que se procura corrigir e reprimir atos contrários à moral e aos bons costumes, o Conselho de Ética da Câmara Alta inocentou seis senadoras que ocuparam, arbitrariamente, a mesa diretora e por lá permaneceram por horas a fio, num ato reprovável. Por 12 votos a dois, as senadoras foram absolvidas, quando, no mínimo, mandava o bom senso que fossem reprimidas com uma advertência. Não bastasse isso, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), em mais uma de suas molecagens, tentou intimidar o presidente do Conselho, um parlamentar de 81 anos, ameaçando-o de agressão e disparando impropérios. Pobre Brasil! (Rogério T. Brodbeck, Pelotas)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia