Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 29 de agosto de 2017. Atualizado às 23h08.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 30/08/2017. Alterada em 29/08 às 19h06min

Coleta de lixo

Em relação à matéria Moradores de Porto Alegre são surpreendidos por multas de descarte irregular do lixo (Jornal do Comércio, 28/08/2017), na semana passada coloquei o lixo seco na calçada cerca de duas horas antes de o caminhão passar, mas vi que um catador colheu este lixo e logo depois fez uma triagem e descartou o que não queria no contêiner de lixo orgânico. Neste caso, se algum registro de papel em meu nome fosse encontrado pelo DMLU neste contêiner, eu e meu condomínio seríamos multados? (Paulo Brack, Porto Alegre)
Coleta de lixo II
Moro na Zona Sul de Porto Alegre e também recebi a tal multa, segundo a notificação, por ter colocado lixo orgânico no dia errado. Aqui em casa separamos o lixo já dentro de casa. Se isto aconteceu, o mínimo que se esperava era uma tentativa de "conscientização", mas não houve nenhuma conversação, simplesmente foi aplicada a multa. Obviamente, já recorremos. (Ana Fister, Porto Alegre)
Começo de Conversa
Em relação à nota "Chumbo grosso" sobre o projeto em Minas do Camaquã (coluna Começo de Conversa, Jornal do Comércio, 23/08/2017), a população da bacia do rio Camaquã lutará bravamente em defesa desse rio para que a mineração não o destrua. Mineração aqui não! (Vera Colares, Bagé)
Entrevista especial
Corretíssimo o professor Reverbel (entrevista especial, Jornal do Comércio, 21/08/2017): o Brasil precisa adotar o sistema parlamentarista, pois é a única alternativa a uma crise permanente! Assim pensaram todos os grandes juristas quando do engodo da Carta de 1988, cujo texto, aliás, foi alterado pelo relator, havendo diferenças na versão encaminhada para a publicação oficial. O engodo seguiu quando misturaram parlamentarismo e monarquia no plebiscito e a população votou sem estar esclarecida... (Luiz Padilla, professor, Porto Alegre)
Cais Mauá
Este fato citado (Inidoneidade do Cais Mauá, Artigos, Jornal do Comércio, 22/08/2017) é um de outros graves, entre eles a entrega pelo Estado de uma área de praça do município. A licitação foi feita por meio da Lei dos Portos (Federal). O Estado só deveria incluir a área do Cais Mauá definida em portaria do governo federal. Entregar parte da área licitada é totalmente ilegal. (Henrique Wittler, Porto Alegre)
Empresários&Cia
Parabéns ao jornalista Osni Machado pela matéria Porto Sabor reúne talentos para eventos (coluna Empresários&Cia, caderno Empresas&Negócios, Jornal do Comércio, 28/08/2017), num momento em que o País precisa de boas ideias para empreender. (Adilson Bergo)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia