Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de agosto de 2017. Atualizado às 22h45.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Vinicius Ferlauto

Giro Rápido

Notícia da edição impressa de 04/08/2017. Alterada em 03/08 às 20h11min

Novo investimento no Paraná

A Renault do Brasil anunciou investimentos de R$ 750 milhões no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, destinados à construção de uma nova fábrica, a Curitiba Injeção de Alumínio (CIA), e para a ampliação da Curitiba Motores (CMO). A CIA implantará as melhores práticas e tecnologias de injeção para, a partir de janeiro de 2018, iniciar a produção em série do cabeçote do motor 1.6 SCe da Renault. Na CMO, a expansão envolverá os propulsores 1.0 SCe e 1.6 SCe, por meio da construção de novas linhas de usinagem de blocos e cabeçotes em alumínio e virabrequim em aço.
Pioneira no Nordeste
A Ford celebrou o marco de 3 milhões de veículos fabricados no Complexo Industrial Nordeste, em Camaçari (BA). Além do mercado interno, cerca de 30% desse volume foi destinado à exportação para países da América do Sul e para o México. Com capacidade de produção de 250 mil veículos por ano, a instalação trabalha em três turnos e é responsável pela fabricação dos compactos Ka e Ka , além do EcoSport. Inaugurada em outubro de 2001, a unidade fabril da Ford na Bahia foi a primeira de uma montadora nacional no Nordeste.
Aquisição finalizada
O Grupo PSA finalizou a compra das filiais Opel (Alemanha) e Vauxhall (Inglaterra) da General Motors. A aquisição faz do conglomerado de origem francesa o segundo maior fabricante de automóveis europeu. Assim, o Grupo PSA passa a ter cinco marcas automotivas, reforçando sua presença nos principais mercados do velho continente, e ampliando uma base que também contribuirá para seu crescimento mundial.
Projeção positiva
A MAN Latin America espera um ano bastante positivo no México, com resultados superiores aos de 2016. A perspectiva se deve às mais de mil unidades já comercializadas no primeiro semestre de 2017, à consolidação de seu serviço de pós-vendas e também a negociações com grandes frotistas locais. No segmento de caminhões, até junho, o aumento nas vendas foi de 23% com relação ao ano anterior. Entre os ônibus, os negócios subiram 30% na mesma comparação. Isso impactou na participação de mercado local da MAN, que alcançou 16,7%.
Conceito estratégico
A implementação da Estratégia Modular MQB na Fábrica Anchieta (SP) marca o início de uma nova era para a Volkswagen do Brasil. Essa base produtiva dará origem, inicialmente, a quatro modelos inéditos, que serão comercializados no mercado latino-americano nos próximos anos. Entre eles, o Novo Polo e o sedã Virtus. O conceito MQB envolve padronização do processo de manufatura, incluindo peças e componentes, e a democratização de inovações, com o intercâmbio de tecnologias. Outra vantagem da combinação de dimensões padronizadas e variáveis é a redução da complexidade da produção de um veículo, causando incremento de qualidade e economia de escala.
Focando em baterias
A Ford criou um time multifuncional para desenvolver as baterias da sua futura geração de veículos elétricos e começa a colher os resultados, com 15 invenções e oito registros de patentes associadas a essas pesquisas. Os projetos têm como foco aprimorar a segurança, a funcionalidade e a eficiência das baterias, que devem entrar em produção nos próximos cinco a dez anos - período em que os veículos elétricos devem ganhar uma crescente participação no mercado. O objetivo da Ford é avançar nas ideias com maior potencial de produção e montar um portfólio de patentes que atraia os fabricantes de baterias para investir nos novos produtos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia