Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de agosto de 2017. Atualizado às 22h45.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 04/08/2017. Alterada em 03/08 às 22h36min

Frases e personagens

 Luis Roberto Barroso

Luis Roberto Barroso


ANTÔNIO CRUZ/ABR/JC
"A operação abafa é uma realidade visível e ostensiva no Brasil de hoje. Há muita resistência às mudanças que precisam ser feitas. Há os que não querem ser punidos e há um lote pior, os que não querem ficar honestos nem daqui para frente. Depois da ação penal 470 (do mensalão) e de três anos de Operação Lava Jato continuam com o mesmo modus operando de achaque." Luis Roberto Barroso, ministro do STF.
"Estas pessoas têm aliados importantes em toda parte, nos altos escalões da República, na imprensa e nos lugares onde a gente menos imagina. Hoje, a fotografia do momento pode dar a impressão de que o crime compensa. Mas acho que esta é uma impressão enganosa. O Brasil já mudou e nada será como antes." Também Luis Roberto Barroso.
"Com a rejeição da denúncia pela Câmara, esperamos que o Brasil volte à estabilidade política. Os Poderes estão funcionando." José Ivo Sartori (PMDB), governador.
"O resultado na Câmara dá força para que o presidente Michel Temer continue trabalhando para tirar o Brasil da maior crise política e econômica de sua história e avançando nas reformas necessárias. Venceu a energia positiva que está tirando o Brasil da UTI." Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do governo.
"O governo ganha, mas não leva. Sai enfraquecido e perde na governabilidade, que era a única coisa que o sustentava." José Guimarães (PT-CE), líder da minoria na Câmara.
"O resultado na Câmara não é uma vitória pessoal. Foi uma conquista do Estado Democrático de Direito, da força das instituições e da própria Constituição." Michel Temer (PMDB), presidente da República.
"Todos devem, vou dizer o óbvio, obedecer à lei e à Constituição. São os princípios do direito que nos garantem a normalidade das relações pessoais e institucionais. Esses princípios venceram com votos acima da maioria absoluta na Câmara dos Deputados." Também Michel Temer.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia