Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de agosto de 2017. Atualizado às 21h47.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

artes cênicas

Notícia da edição impressa de 25/08/2017. Alterada em 24/08 às 19h02min

Diferentes mas iguais

É proibido miar utiliza recursos de acessibilidade

É proibido miar utiliza recursos de acessibilidade


LUCIANE PIRES FERREIRA/DIVULGAÇÃO/JC
O espetáculo É proibido miar abre a III Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres, da Câmara Municipal de Porto Alegre (Loureiro da Silva, 255), às 15h, desta sexta-feira, com apresentação também no sábado, às 16h. Ingressos gratuitos.
A montagem da M.A.C.I.A - Teatro, Dança e Assemelhados, com texto baseado no livro de mesmo título do escritor Pedro Bandeira, trata do respeito às diferenças, e se desenrola com a ajuda de recursos de acessibilidade, como a tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais) e audiodescrição, pelos próprios atores.
Na história, o cachorrinho Bingo resolve imitar um gato e aprende a miar em vez de latir, sendo rejeitado por isso. A peça busca mostrar que o diferente existe e está em todos os lugares. Com direção de Denis Gosch, o espetáculo tem no elenco Joana Amaral (Bingo), Dani Dutra, Douglas Dias e Juliana Kersting. 
Os ingressos para É proibido miar devem ser retirados na Seção de Memorial da Câmara Municipal, das 9h às 12h e das 14h às 18h. Enquanto houver entradas, elas serão distribuídas meia hora antes do início das apresentações no saguão do Teatro Glênio Peres.
A III Mostra oferecerá 14 atrações gratuitas de música, teatro, dança e circo, totalizando 28 apresentações até o final do ano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia